A hipócrita honestidade brasileira (ou Não tenho orgulho de ser brasileiro)


Não gosto do fato de ter nascido no Brasil. Que venham os nacionalistas me encher; sintam-se a vontade. Vou dizer por que não tenho esse tal orgulho de ser brasileiro. Não é porque eu prefiro o que “vem de fora” ou porque eu seja um colonizado cultural de outro país imperialista, capitalista e destruidor de civilizações (esses esquerdistas me fazem rir aos pandeiros); não é nada disso. O Brasil como território é um paraíso. Eita lugar lindo; de uma natureza exageradamente cativante, com rios e mares de nos fazer suspirar. Mas não aprecio em absoluto a triste “sina” de ter nascido nessas terras tupiniquins. Nem um pouquinho. Digo por quê:

Os programas de televisão estão cheios de pessoas que reclamam da corrupção dos políticos que afanam o mísero dinheiro dos medíocres brasileiros passivos. Se você não assiste TV não precisa ir muito longe; tenho absoluta certeza que existem muitos dos seus vizinhos, conhecidos, amigos e/ou colegas que vivem reclamando dos crimes do colarinho branco, que não perdem tempo em apontar o dedo acusador e já ir dando o veredicto: são todos bandidos desonestos, que roubam o povo, que querem se dar bem às custas dos outros. Apontar o dedo todo mundo quer, mas ter o dedo apontado para si, quem se habilita?

O brasileiro é malandro, pensa que é esperto, quer sempre se dá bem, mas é de uma hipocrisia que causa irritações. Sempre acusando, mas nunca gostando de ser acusado, o povinho brasileiro é do tipo que acha que seus erros são extremamente justificáveis, que quando ele faz não é errado, no entanto, se outra pessoa faz exatamente o que ele fez aí não pode, isso é “desonestidade”. Com essa terrível mania de ser o esperto é que o brasileiro cunhou um tipo de comportamento exclusivo da nação tupiniquim: o tal do jeitinho brasileiro.

O jeito brasileiro é sinônimo para métodos ilegais para a obtenção de privilégios, ou a mais famosa corrupção. O brasileiro é um povo corrupto, que sente uma espécie de orgulho por ser falcatrueiro, se acha melhor por ser desse jeito desprezível. Mas pior do que ser assim é não se admitir assim. Além de corrupto em sua essência, o povinho brasileiro é hipócrita (não tenho receio algum de ficar redundante), mas de uma hipocrisia intragável.

O mesmo brasileiro que chama os políticos de ladrões é o que fura uma fila quando encontra um conhecido numa espera quilométrica; o mesmo estudante que protesta de forma violenta e desorganizada contra o aumento da tarifa do transporte público é o mesmo que não devolve o troco que recebeu a mais na padaria da esquina; a pessoa que reclama dos ladrões da sua cidade é a mesma que não avisa a alguém que a carteira dela caiu no chão e pega os trocados do pobre desatento. Qual é a diferença entre esse tipo de pessoas e os de colarinho branco? Nenhuma, absolutamente nenhuma. Ambos são corruptos e desonestos.

Mas o que realmente me intriga nos brasileiros é a forma como eles tratam quem se esforça por ser honesto: é logo tachado de otário. Além de tantos exemplos por aí, dou um pessoal: há alguns anos estava caminhando no centro da cidade onde moro, quando vi que um homem ao tentar colocar algo dentro de sua bolsa deixou cair e não percebeu, vi então que o que tinha caído era um maço de dinheiro, sai correndo pois havia detectado que eu não tinha sido a única testemunha do acidente; cheguei a tempo de pegar o maço e antes do homem entrar no seu carro; gritando “moço! moço!” cheguei no homem e lhe devolvi seu dinheiro. Com uma cara de grande surpresa, o homem olhou-me e disse: toma aqui menino por sua honestidade. Recusei a recompensa. Ele ainda insistiu um pouco, mas recusei. Ele me abraçou e falou algo que muito dificilmente esquecerei: não existem mais pessoas assim. Pensar nisso de certa forma é angustiante, pois realmente existem poucas pessoas assim: que decidem fazer aquilo que elas acham certo. Pior do que existirem poucas pessoas que são honestas de fato, é a forma com as desonestas tratam as primeiras: as pessoas me olharam com aquele olhar de “que burro! pra quê foi devolver aquele dinheirão todo! se fosse eu tinha ficado!”.

Me embrulha o estômago quando vejo as notícias de pessoas que são parabenizadas por atos de honestidade. Isso significa uma coisa: isso é ser exceção numa maioria desonesta, por isso o espanto. Devolver o que não nos pertence não deveria ser pauta de um jornal de circulação nacional, não deveria ser assunto para uma semana toda, como se fosse um evento especial; deveria ser normal. Seria normal num país onde as pessoas são honestas, desinteressadas, e que não usam de trapaças para conseguirem alcançar seus objetivos. Bom esse não é o caso do Brasil.

É por isso que não tenho orgulho de ser brasileiro, não ter orgulho de fazer parte desse grande grupo de hipócritas que acusam os outros de erros que eles mesmos cometem. Ter orgulho de ser brasileiro? Não, muito obrigado.

Sobre Ricardo Silva

Sem talento para auto definições.
Esta entrada foi publicada em Filosofando com as etiquetas , , , . ligação permanente.

116 respostas a A hipócrita honestidade brasileira (ou Não tenho orgulho de ser brasileiro)

  1. gostei bastante do texto, o autor escreve muito bem, é uma pena que é a pura verdade sobre os brasileiros. Seria melhor se os brasileiros fossem honestos mas para isso teria que haver uma grande reforma na sociedade, tanto em escolas com principalmente em casa pois as crianças seguem o exemplo dos pais, se os pais falam ” joga o lixo ai no chão” as crianças vão achar que isso é o certo, se os pais cortam fila os filhos vão fazer o mesmo, vai continuar assim de geração em geração, mas, se os pais derem exemplo as crianças vão seguir se os pais jogarem o lixo no lixo elas vão jogar o lixo no lixo, mas, não estou dizendo que a culpa é dos pais, em parte sim mas á vários casos que não, eu tenho colegas que cortam fila e vem se vangloriar por que conseguiram primeiro o seu objetivo na fila, sendo que conseguiram de maneira desonesta pessoas passam um grande tempo na fila enquanto outra que acabou de chegar é atendida primeiro sinceramente vivemos num país de desonestos não todos mas grande parte.
    eu acredito que as grandes corrupções derivam das pequenas.e como se as pessoas pensassem como o Nicolau Maquiavel “os fins justificam os meios” e não é assim se você fizer uma coisa errada para conseguir outra boa você é desonesto você prejudica uma pessoa ou varias para conseguir seus objetivos alem de desonestidade é um grande egoismo o mundo precisa de pessoas honestas e não de desonestidade e egoismo. e temos que mudar as nossas atitudes

  2. Arleane Bispo diz:

    gostei bastante do texto, o autor escreve muito bem, é uma pena que é a pura verdade sobre os brasileiros. Seria melhor se os brasileiros fossem honestos mas para isso teria que haver uma grande reforma na sociedade, tanto em escolas com principalmente em casa pois as crianças seguem o exemplo dos pais, se os pais falam ” joga o lixo ai no chão” as crianças vão achar que isso é o certo, se os pais cortam fila os filhos vão fazer o mesmo, vai continuar assim de geração em geração, mas, se os pais derem exemplo as crianças vão seguir se os pais jogarem o lixo no lixo elas vão jogar o lixo no lixo, mas, não estou dizendo que a culpa é dos pais, em parte sim mas á vários casos que não, eu tenho colegas que cortam fila e vem se vangloriar por que conseguiram primeiro o seu objetivo na fila, sendo que conseguiram de maneira desonesta pessoas passam um grande tempo na fila enquanto outra que acabou de chegar é atendida primeiro sinceramente vivemos num país de desonestos não todos mas grande parte.
    eu acredito que as grandes corrupções derivam das pequenas.e como se as pessoas pensassem como o Nicolau Maquiavel “os fins justificam os meios” e não é assim se você fizer uma coisa errada para conseguir outra boa você é desonesto você prejudica uma pessoa ou varias para conseguir seus objetivos alem de desonestidade é um grande egoismo o mundo precisa de pessoas honestas e não de desonestidade e egoismo.

  3. Polizadonaopolitico diz:

    Texto lamentável,nem pude continuar a ler até o fim,todo país tem seus problema e é ignorância pensar que no exterior tudo é melhor.O povo brasileiro é um dos melhores do mundo,senão o melhor.Digo isso porque é uma minoria das pessoas do nosso país que acaba cometendo crimes e ações desonestas porque aqui não se tem uma punição à altura.A lei tem de ser mais dura com quem quer ser “malandro”.É isso que falta para o Brasil,pois as pessoas que vivem,por exemplo,na Europa tem mais igualdade salarial e recursos de infraestrutura em suas cidades,todavia mesmo assim não têm nem a quarta parte da alegria de viver do brasileiro.OBS:viajar para um pais e ver seus pontos turísticos é diferente de viver nesse país.O BRASIL têm muitos aspectos para melhorar,mas o país precisa de indivíduos que queiram melhorar o país e tenham orgulho desse e não de pessoas que tenham o conhecido complexo de “vira-lata”.

  4. Sergio Marc diz:

    “esses esquerdistas me fazem rir aos pandeiros” = já sei que é olavete, nem continuo lendo!

    • Braszuca diz:

      Não necessariamente, pois os esquerdistas dizem coisas engraçadas, tipo: Hitler foi de extrema-direita… por favor, né?!! Não tem como não rir de uma coisa dessas.

  5. north diz:

    nacao nao e assim mas sim alguns que podem ser corrigidos

    • Alexandre diz:

      Seria muito simples resolvermos isso.
      Levaria algum tempo, mas investimento pesado em educação gratuita de qualidade resolveria toda esta inércia de ignorantes. Este sim o grande problema nacional, são uma avalanche de hipócritas deixando-se levar por espertalhões. Não tem o que fazer se isso não acontecer, é como se tentássemos parar a usina de Itaipu dando curto-circuito em casa. Infelizmente já temos uma geração perdida.

  6. Jorge diz:

    Até que enfim alguém resolve falar a verdade crua sobre a alma do brasileiro. Nunca estive em outro país mas a cada dia fico mais enojado e revoltado com o comportamento e as atitudes desonestas das pessoas em todo lugar e situações, o brasileiro não apenas é em sua maioria desonesto mas também gosta de ser assim, se orgulha disso! Nesse ambiente onde o certo é errado e o errado é certo a malandragem é premiada e os que teimam em ser honestos ficam em grande desvantagem. Que tal fazer um texto para destruir outro mito sobre o brasileiro, o de que somos um povo gentil e pacífico. O brasileiro é maldoso, gosta de sacanear o outro a troco de nada e é extremamente violento, quem dúvida basta olhar a quantidade de homicidios e outros crimes violentos.

  7. jurubeba1108 diz:

    disse tudo e parabéns !!! brasileiro eu?? não muito obrigado, eu sou cidadão que prefere se ainda honesto!!!!

  8. Alex diz:

    Bom dia a todos.
    Concordo que falar que o povo brasileiro é desonesto irrita muita gente. Mas a verdade, é que o orgulho tem que vir apenas das boas coisas.
    A corrupção começa em casa na tv por assinatura pirata. O idiota que acha que o som que ele escuta no seu carro tem que ser ouvido por todos e é sempre musicas medíocres de apologia a sexo, droga e ostentação. É corrupto o idiota que rebaixa um carro ( sendo que é ilegal) e põe a vida de outros em risco. É corrupto e idiota o otário que nem sequer assiste debates politicos e ainda elegem um governo de merda sabendo já sobre o mensalão…..
    Quer dizer que é orgulho pertencer a um país de ladrões?
    Eu vejo cada absurdo!!!
    Tempos atrás, um bando de idiotas foi protestar contra o governo do estado de SP por causa do surto de Dengue. Que idiotice!!!! A culpa é de quem joga lixo nos córregos como, sofás, garrafas pets, cabeça de bonecas e etc…..
    Culpa de quem não faz a sua parte e cobra do governo como se ele fosse o responsável pela limpeza do seu quintal.
    O povo daqui, prefere defender que uma palmada ou quando um professor castiga é ruim para a criança. O povinho……..parece mesmo um bando de gado indo para o matadouro. Preferem ver o governo se intrometer na educação da sua familia do que sair as ruas e pedir educação de qualidade e defender a autoridade do professor e dos pais. Preferem se enganar que a justiça se faz com cotas….. na verdade isso é injustiça das piores e só colocara mais ódio entre as raças.
    Aqui não funciona leis de nenhuma natureza, recurso em cima de recurso, saúde das piores do mundo, trânsito onde não se respeita nada e tem um bando de gente que se fizer um teste de leitura não deveria nem ter carta. Aliás, defendo que pra ser habilitado teria que ter no mínimo o segundo grau, pois dirigir, exige uma leitura rápida e compreensiva.
    Quem pode ter orgulho quando um babaca feito o Dep. Jean de bosta quer incentivar os negros evangélicos a praticar apenas as religiões afro. Isso dá nojo em qualquer cidadão de bem. Isso aqui é uma zona sim!!!
    E os patriotas que querem mudar o Brasil por que não começam? Tempos atrás queimaram ônibus ( por 25 centavos de aumento) fecharam rodovias, saquearam lojas ( alguns) mas ninguém entra com uma representaçao de cunho jurídico pedindo uma educação de qualidade que justifiquem os impostos. Não se enganem, o único caminho para mudar o Brasil será a educação. Ah, e para quem quer começar um movimento social linha de frete para mudar este país me chamem. Quem é contra o autor que tem vergonha do Brasil não querem começar a mudar? Precisa ser mudado sim porque eu também tenho vergonha desse país. Vamos agir e não ficar de blá blá blá

    • rogerio diz:

      Brasil para inglês ver, que só se engana a si mesmo.
      Provocando consequências funestas para o povo.
      Que paizinho de merda é esse “brasilzinho”! É inacreditável que com tantas facilidades isso seja assim. Acabando por não ter nada de bom para se orgulhar! Exceto pela natureza, clima agradável, calmo e tranquilo com suas florestas exuberantes seus mananciais abundantes.
      É, mas isso sem uma boa administração não vale nada, é como um jardim mau cuidado e uma casa abandonada e emporcalhada.
      Infelizmente por influência de tudo de ruim que possa alimenta o caráter do ser humano aqui se impregnou com facilidade, se espalhando entre todos como epidemia, contaminando todos os níveis do convívio social, desde os mais humildes até os mais jactanciosos de poder, estes por sinal com muita hipocrisia e crueldade interpretando os fatos as suas necessidades pessoais.
      O povo alienado ao sistema, uns por ganancia e outros por pura estupides, na sua maioria extremamente medíocres e ignorantes, sem a mínima percepção dos acontecimentos ao seu redor, sem o mínimo conhecimento das consequências de seus atos que afetam a todos, absorvem com facilidade tudo que é lhe imposto sem o mínimo interesse de sua real conveniência.
      Não existe desculpa para isso, o que existe é um grande pouco caso daqueles que poderiam ajudar, “os escolhidos para governar e seus protagonistas”, educando e conduzindo o povo com igualdade e respeito, como um bom pai de família o deveria fazer para seus filhos.
      Mas ao contrário a um modelo de democracia correto, aqui isso não satisfaz os donos do poder e líderes governistas.
      Procuram estudar meticulosamente uma forma de extrair o máximo do povo, cria-se articuladores abomináveis, que alimentam os irresponsáveis maquiavélicos, tendo como tema principal, “Os fins inescrupulosos justificam os meios solucionáveis para liderar o poder eterno”.
      É, não dá para acreditar, o tamanho da ignorância do povo que aceita e vive esta situação alienados ao seu egoísmo estupido e sem graça, fica bem evidenciado que aqui ainda vivemos nos tempos medievais da história da humanidade.
      “Quem pode mais, chora menos, principalmente os subornáveis”

    • Wellington diz:

      Você, falou tudo, só faltou falar do futebol, esse sim brasileiro sabe cobrar e brigar.

  9. Wesley Ribeiro diz:

    Achei o texto muito bom, e darei meu ponto de vista sobre o assunto, eu tenho 16 anos e também percebo que é verdade muitas coisas que você falou, vou dar alguns exemplos: Eu já vi muita gente cortando fila na cantina do colégio ou então se disfarçando para pegar algo duas vezes, como não sou hipócrita vou confessar que já fiz algumas vezes, outra coisa que muitos colegas já me falaram que fizeram foi ver alguém derrubar dinheiro tipo 100 reais e pisar em cima pra pessoa não ver e pegar pra ela, eu fico indignado de saber que tem pessoas capazes de fazerem isso, eu nunca peguei nada que vi alguém derrubando, ou então que sabia ou achei o dono, sempre devolvi troca errado, que é algo até meio comum de pequenos comércios fazerem, mais o mais incrível realmente é quando você fala que se achar ou quando achou qualquer coisa de alguém que derrubou você devolveu ou devolveria e a pessoa olhar como uma cara como se tivesse pensando: como você é burro, sério parece que honestidade no brasil é sinônimo de burrice, dai te pergunto como o povo quer acabar com a corrupção se ele mesmo comete pequenos atos de corrupção constantemente, mais diferente de você eu tenho e sempre terei orgulho de ser brasileiro, por que eu nasci aqui, este país me acolheu e me criou, é meu sangue e eu sempre vou amar este país e é por amá-lo que meu sonho é poder mudá-lo, talvez sozinho seja impossível mais se todos se unirmos nada é impossível, pense que se os jovens honestos como você desistirem de ajudar o país quem poderá ajudá-lo? Então não desista do país e não fale simplesmente que não tem orgulho do seu país, mais sim se esforce para ajudar a fazer um país do qual você possa se orgulhar, é assim que devemos pensar e agir, eu tenho apenas 16 anos mais tenho muitos conceitos construídos sobre as coisas e uma personalidade concreta, o país necessita de jovens como eu e você, se nós desistirmos de nosso país pode ter certeza que ele nunca mudara.

  10. eu tbm me sinto assim, cercado de espertinhos que parecem pensar que passam despercebidos carregando nitidamente uma mentira ambulante, uma bandeira de franqueza explícita de desonestidade, como graduados em malandragem e com muito orgulho, fazendo “cagada seguida de cagada” emendados em inconsequências, carregando problemas policiais e judiciais condenatórios, prejuízos morais danosos e contudo, eretos e insensíveis às mínimas boas razões, ainda a procura de meios fraudulentos de escaparem postulando farrapos de razões nitidamente insuficientes em esquemas complicados, desdobrados de obscurecência, agravados e sobrepostos num misto de má fé, mau uso, insinuados por silêncios até horrorizantes, que Deus nos livre. Eu não consigo compreender de que espécie de origem de ética pôde fluir tanta adversidade na condução dessa condição de viver assim. As definições também sobram, como autodeclarados verbalizam no final, de que, “o bagu io é doido, louco”, do alto do tanto nada que justifique. Durma com um “barulho desse tipo”. Parece como um fenômeno físico gravitacional como a propriedade que a água tem de escorrer, descendo e ocupando todas as bacias, não sei. Como que se um advogado do crime, criminoso, a procura incessante de saídas jurídicas em situação de atenuar um cem número de infrações agravadas, por atos reincidentes. claramente desonestos e mesquinhos. O pior de tudo, é quando vc tem um desses no seio da família e vc vive se perguntando, de onde veio isso, que ancestral pôde vir baixar tão aqui perto, porque isso meu Deus, tantos exemplos vivos, quanta claridade disponível, milhões de pontas de meadas a mostra, mas não, parece que tem que ser assim e assim veio, assim passa e assim vai, Que cartilha maldita.

  11. Roberto diz:

    Uma comparação que vai machucar muita gente e revolta. A família brasileira e desonesta e apoia familiares que são desonestos. – Pode me xingar fica a vontade !!!
    Exemplo: Em muitas famílias quando o irmão ou irmã casam, engravidam e vão morar nas casas dos país, em cima da laje, no porão, na garagem, no quintal ou dentro de casa com a família.
    Geralmente 90% deles não pagam nada e acham que esse direito lhes pertence.
    O pior e quando há irmãos ou irmãos solteiros na família e se estes colocarem por direito que não vão ajudar nas despesas da família com os novos membros, pode esperar, a casa vai cair na cabeça desse solteiro ou solteira. O solteiro (a) será o vagabundo, malvado, sem coração, louco, irá para o inferno terá que pedir perdão para Deus e coisas assim. Já observei solteiros a sair de casa para os casados tomarem conta. Os país pagarem a conta do lar para esses filhos e netos amados da pátria e pela sociedade. Neste país o certo virou errado e o errado virou certo. E se colocar a religião no meio em algum lugar diz assim: -O homem ou mulher saem de casa quando casam. Não ao contrário. Um pequeno exemplo da desonestidade do brasileiro que começa pela família. Observação: não concorda que tal ir embora. Com certeza não estarei para ver ou ler comentários que não levam a nada. Pois necessito algo para necessitar a entender essa nação que não será pelos comentários contra.

  12. O Brasil é constituicionalmente desonesto, nossas leis estão cheias de benécias para os fora da lei, como: salário reclusão, indultos, redução de pena, recursos jurídicos até a precrição de pena, perdão de dívidas de sonegação de impostos, aposentadoria integral de autoridade corruptas, coronéis marajás da Polícia Militar de SP, tudo dentro da lei.
    Como disse Al Capone: Não entendo quem escolhe o caminho do crime, quando há tantas maneiras legais de ser desonesto.
    A desonestidade dos brasileiros é um câncer no meu corpo, mas nunca atigirá a minha alma.

  13. Édrina diz:

    Perfeito Texto!

  14. 999195612 diz:

    NAO COMCORDO POIS TENHA MUITO ORGULHO DE SER BRASILEIRO

    • Ser Humano Feliz diz:

      Antes de fazer qualquer comentário, vá estudar português…
      Beijos de alguém que odeia esse país, e foi morar no Canadá😘

  15. -AnaPaula- diz:

    como alguém pode explicar tão perfeitamente o que penso? kkkk, e é muito bom saber q ñ sou a única a pensar assim, odeio pessoas q reclamam tanto de td e vem me dizer que o Brasil é uma droga e que querem sair daqui, o problema é que o Brasil é apenas o povo que vive nele…simples assim.
    Eu realmente acho que quem define o pais é o povo que vive nele, se comparar a outros países é burrice, pois cada um teve uma historia (o incrível é que o Brasil é corrupto bem antes de ser Brasil…começou com o pé errado e ñ endireitou ate agora) , eu realmente amo meu pais e abandona-lo ñ vai resolver os problemas que ele tem.
    O mais triste é que de certa forma nós nos acostumamos com essa mania de sempre fazer td na malandragem, de sempre sair “ganhando”, desde crianças somos taxados dessa forma-tipo…esse ai já é esperto- após a criança ter cometido uma ação um tanto desonesta, quem ñ é assim é chamado de bobo!!
    E eu sinceramente acho que o Brasil é o melhor lugar do mundo ( ou poderia ser) ,afinal temos território, fartura de alimentos ,uma população grande , por que simplesmente ñ começamos a canalizar essa “esperteza” ,para alguma coisa boa e construtiva ,ñ entendo a capacidade de algumas pessoas de reclamarem e apontarem tanto o dedo para os outros ,e o maior problema é que quem realmente é inteligente é visto como bobo e chamado de burro por todos!!!

    • Afonso diz:

      Então você super honesta.. o que tem feito para mudar esse quadro, os comentários aqui refletem o que o próprio texto diz, todo mundo aqui se indignando com os corruptos, “apontando o dedo”, mas quem não impede ou não faz nada para mudar, está sendo conivente com tudo.

  16. Generino diz:

    O brasileiro tem uma crença inabalável na impunidade, acha que tudo fica impune. Mas está redondamente enganado. A burrice, por exemplo, não fica impune. O castigo para povos burros é o subdesenvolvimento.

  17. cintia diz:

    Sinceramente, concordo com tudo! Me sentia até culpada, por ter mais orgulho de ser gaúcha, a ser brasileira.

  18. Mateus Fontenelle Silva Batista diz:

    Apesar de todos os nossos problemas citados não podemos ficar de complexo vira-lata, reclamando, reclamando, reclamando, reclamando, é um ciclo que nunca acaba, reclamando de tudo e de todos reclamando do país e das pessoas, nosso país não é um país de merda não.Existem países piores que o nosso e portanto, eles não pensam dessa forma.O nosso problema é que nos tentamos nos comparar com os outros países e se colocar a frente ou atrás, isso não da certo.O que precisamos fazer é o obvio, esquecer EUA,esquecer Europa, esquecer esses países e tentar construir o nosso país, como:tentando ser o mais honesto possível, como o cara falou somos hipócritas sim, mas isso não é só os brasileiros e bandidagem e vagabundagem existe em qualquer lugar do mundo.Chega de agente se colocar como inferior ou superior a qualquer país,nosso país ta uma merda mas pelo menos vcs tem comida na mesa,tem internet, tem tudo de conforto.Tem pessoas na Africa ou em países fechados que as pessoas passam fome e não tem papel higiênico pra limpar a bunda. Agradeçam a vcs msm por terem tudo o que vcs tem porque sóvamos melhorar este país com esforço e trabalho duro.Não sou nacionalista e não odeio os outros países,caso o contrário eu seria hipócrita, mas eu sou patriota e defendo meu país porque eu nasci aqui e se tivesse guerra e fosse obrigado a lutar eu iria e morreria ao invés de me esconder debaixo da cama.

    • Thales diz:

      Não é por eu ter uma boa condição de vida que devo ser orgulhoso de meu país. Até porque a realidade da miséria está presente em nosso país, e não somente na região Nordeste, não generalizada, mas também nas cidades com o maior IDH do Brasil. O autor não fez uma comparação do Brasil com outros países, não citou nenhuma região ou coisa do gênero. Sim, existe “vadiagem” e “vagabundagem” em todo o lugar, mas, infelizmente, a proporção tomou outra forma aqui em nossa nação. Sejamos francos e realistas.

    • Aqui no Brasil também existem pessoas que não tem “papel para limpar a bunda” amigo, graças a desonestidade, classe dominante de nosso país!

  19. “-Muito obrigado pela sua honestidade”. Puxa, recentemente recebi esse agradecimento de um gringo, no qual estávamos fazendo uma transação comercial, e pude perceber um erro que para mim seria “lucro” e para ele prejuízo certo. Eu me sinto ainda estranho com isso, como não ser honesto, fosse o normal.

  20. A pessoa que você é hoje, foi formada na sua infância, partir dos valores que você recebeu de seus pais e da sua família. Por isso, dou os meus parabéns a eles. Por outro lado, a maioria dos pais e mães deste nosso pobre Brasil, não se preocupam, até gostam, quando seus filhos aparecem em casa com coisas “achadas”. Tudo é lucro, para eles. E assim essas crianças vão crescendo sem ter noção do certo e do errado. O certo, para eles, é quando conseguem alguma vantajem; e o errado é quando “bancam os”otários”, ou seja, quando não aproveitam as “oportunidades” que tinham para conseguir alguma vantajem. .Aos poucos isso se tornou uma cultura brasileira. Eu também detesto ter nascido aqui. Preferia viver num país que me enchesse de orgulho pelo caráter de seus habitantes. Agora é tarde…

  21. Concordo. O povo brasileiro é mal educado, não tem capacidade de escolher seus candidatos, se vende por um cartão de bolsa família, não lê notícias importantes e não sabe fazer manifestações e reinvindicações. Agora, surge um monte de vagabundo querendo terreno e casa de graça. Querem tirar do verdadeiro dono que deve ter trabalhado uma vida inteira e deixado para sua família de herança. É isso que um comunismo, fantasiado de socialismo faz: é bom enquanto o dinheiro do outro ainda existe…..ABRAM OS OLHOS E OS OUVIDO BRASILEIRADA!!!!!

  22. sophia ketemllym marra diz:

    AMO BRASIL ISSO E IDIOTICE PODEMOS MUDA A REALIDADE PRA ALGO BOM CRITICA NAO MUDA PRA MELHOR QUE BOBO CRITICA E NAO MUDA MUDE E FALE EU CONSIGO EU ACREDITO QUE O BRASIL PODE MUDA

    • Silvio diz:

      Vai nessa e espera sentada que em pé cansa, hahaha.

    • JOSE M. M. SOUSA diz:

      Primeiro vc tem que aprender a língua mãe que é o Português e depois descer de onde está pq acho que está sonhando alto demais.

    • Thales diz:

      Para começo de conversa, a tentativa de mudança em nosso país se dá por nossas atitutes. E o autor deu um bom exemplo de atitude honesta praticada por ele (devolver o maço de dinheiro para o outro cidadão) e é desta forma que mudamos a realidade em nosso Brasil. Devemos criticar SIM para entendermos os problemas e então resolvê-los.

    • Lucas Lobato diz:

      Correto!.Porem,”uma andorinha não faz verão”.O que é preciso ?,só ser otimista não muda nada também.Como exemplo : se tivermos um copo D’Água e por acaso cai-se uma gota preta é certo que teríamos parte desta água manchada, ou seja , pessoas só são, devido maus exemplos de alheios . O que superabunda a ausência de Honestidade e a Quantidade maior da mesma.Sabemos que é natureza do ser humano vencer e sobressai-se dos demais .Pois fazer o mau é difícil mas o bem é mais difícil ainda.
      O FORTE é o que Faz O MAIS DIFÍCIL!!

    • Uma canadense feliz diz:

      Antes de encher o saco do autor, vá para uma escola, aprenda que os verbos “muda” tem um “r” no final (mudar) e depois aprenda os sinais de pontuação… Como a vírgula (,)…
      Beijos de uma candense…

      • Cleiton diz:

        Eu vejo tantos erros de português. Critique a opinião da pessoa, não o desconhecimento de regras da nossa língua. Até aqui vem o orgulho de querer ser melhor do que outro. Critique, colocando-o para cima. Não queira ser melhor que o outro só porque sabe pontuar e escrever direito.

      • Glezio Ribeiro diz:

        If you are a canadian citizen realy I dont believe in nothing what you talk,because you never study the portuguese language because you are lie every time….I beg you…shut your mounth…dont talk about Brazil because you dont know nothing about this….

    • Jorge diz:

      kkKK, O único jeito de um brasileiro viver num ambiente honesto é mudando de país, pois o Brasil não tem jeito, aqui a desonestidade e a violência imperam, sempre foi e sempre vai ser assim. Você não pode mudar um sistema que já existia antes de vc nascer.

  23. Valmir diz:

    O povo brasileiro é nojento, não é só na politica que acontece a corrupção, aqui no brasil não se tira carta de motorista, SE COMPRA, na hora de abrir uma empresa se não pagar uma propina para os funcionários da prefeitura, não sai nada, se vc importar algo como maquinas ou algo de valor alto se não pagar propina também não sai nada, na grande maioria das empresas que trabalhei dá nojo de ver como são os esquemas de compra e venda, vendedores e compradores desonesto, não adianta vc trabalhar direito, ter um ótimo produto com preço bom, tem que dar propina para poder vender. Fiscal bate na sua porta, não tem essa de ver o que está errado e deixar o empresário acertar a situação, já vão pedindo uma grana alta pra não te ferrar, conheci muitos empresários que todo final de ano já separavam a graninhas dos fiscais, Tudo nesse pais acaba indo pro lado da corrupção, não me conformo até hoje quando os idiotas dos brasileiras mudaram de opinião em relação a carros brancos serem legais, sempre achei carro branco bonito, mas a maioria dos brasileiros nunca tiveram opinião própria, então começaram a comprar carros brancos simplesmente por estas na moda, e o pior disso, pagar ágio pela pintura branca, em alguns modelos de até R$ 5.000,00. Não tem caráter quem cobra esse ágio, mas quem paga tb não, além de ser um puta de um trouxa. Colar em provas, estacionar em local proibido ou em frente a casa dos outros, fazer fila dupla em portas de escola, vender e consumir bebidas em torno das estradas, não respeitar faixa de pedestres, cuspir ou jogar lixo nas ruas, descumprir leis, se achar o bonzão e tentar tirar vantagem de tudo e todos. Brasileiro não tem nem educação, no transito me deparo constantemente com motorista que colam na traseira do carro sem respeitar os limites de velocidade e ficam te empurrando, para simplesmente te passar e para no semáforo logo adiante, sempre alcanço esses idiotas que acabam um dia causando um acidente sem contar que esta consumindo mais combustível e desgastando mais o sistema de freios, se ficar escrevendo tudo aqui não paro mais. Concordo com esse artigo e os que não concordam continuem sendo orgulhosos brasileiros.

  24. sillas diz:

    quem dever ter orgulho de ser brasileiro é a maioria deles! A NOSSA CONSTITUICAO É UMA PUTA!!

  25. O que estraga o nosso país é essa cultura do malandro, querer prejudicar os outros. A população teria uma vida mais digna se todos colaborassem, mas não, se voce ajudar o próximo voce é bobo, honesto ” nao pode”. Obrigado pela atenção, e tenha um bom dia.

    • Fernando silveira diz:

      Desculpe-me. Foi uma opinião tola e sem fundamento, pois a maldade humana não tem uma nacionalidade específica, ela está presente em toda a nossa sociedade. Peço ao dono do blog que apague meu comentário. Obrigado pela atenção e um bom dia.

      • Thales diz:

        Decerto, a maldade humana não tem uma nacionalidade específica. Entretanto, aqui no Brasil, tem tomado uma proporção maior, o que, infelizmente, reflete na política nacional. Então sim, a “cultura do malandro” ainda persevera. Entretanto, ainda existem várias pessoas honestíssimas em suas atitudes aqui em nosso país.

  26. Zeus diz:

    SÓ TENHO UMA COISA PARA FALAR VAI TOMAR NO SEU CÚ …POIS O BRASIL É SIM UM PAIS .
    GOSTARIA DE ENCONTRAR COM VC AQUI NO RIO DE JANEIRO HIPOCROMASIA É VC AINDA FALAR QUE É BRASILEIRO SEU MERDA !

  27. chrystian diz:

    Quer uma guerra civil no Brasil, de verdade? Acabe com carnaval e futebol.

  28. Meu único ódio pelo Brasil é o fato de que existem pessoas imbecis que defendem porcaria, como o funk brasileiro, que não passa de um estrume sonoro que defende o crime, as drogas e a prostituição, fala de putaria o tempo todo, vulgariza as mulheres e ainda por cima, suja o nome do verdadeiro Funk, que surgiu nos EUA e foi idealizado por grandes personalidades como James Brown(1933-2006) e até mesmo os brasileiros, Tim Maia, Ed Motta, Banda Black Rio e Gerson King Combo. Os funkeiros, babacas, burros e ignorantes como eles são, têm como bode expiatório os roqueiros, estes que são bem mais sensatos que eles, tudo porque o estilo de música dos funkeiros imbecis é fortemente criticado nos dias de hoje, eles não conseguem aceitar o fato de que a música deles é porcaria e atacam quem discorda. Rock tem seus altos e baixos, mas nunca perdeu a graça, mas o funk é severamente criticado por estar associado aos bandidos, FODAM-SE FUNKEIROS IMBECIS, FUNK CARIOCA NÃO É CULTURA P$&&@ NENHUMA, SEUS BABACAS DESCEREBRADOS, É ESTRUME (B$S7@) QUE VOCÊS COMEM E INFECTA O SEU CÉREBRO, TORNANDO VOCÊS PESSOAS IDIOTAS AO EXTREMO!! Não gosto de funk carioca, é um lixo tosco, um estrume sonoro, eu simplesmente desprezo e foda-se quem discordar. Rock(O American Funk é uma mistura de Soul Music, Jazz e R&B (Rhythm & Blues)), Pop, Forró, Axé, Pagode, Sertanejo, Rap, Reggae e Electro Music são estilos musicais que valem mais a pena ouvir que essa B$S7@ de funk carioca. Tem vezes que eu acho que prefiro o Japão mesmo, pois lá, pelo menos 1% das coisas é tosqueira(Fãs de Naruto, vocês têm o meu respeito, pois vocês não são toscos como dizem alguns babacas, vocês são apenas incompreendidos por babacas que dizem que o anime que vocês curtem é lixo, quando na verdade é tão legal quanto DBZ) e 99% delas é show de bola. Então, como eu disse, eu só tenho vergonha de ser brasileiro justamente pelo fato de que certas pessoas só curtem porcaria como novela, BBB, carnaval, funk carioca, que só transmitem ensinamentos anti-éticos, sendo que as pessoas que curtem coisas bacanas como rock, animes, videogames e outras coisas interessantes, são severamente discriminadas, estereotipadas pela M#R%@ da sociedade, que não sabe a diferença entre interessantismo e porcaria.

    • Uma pessoa que tenta ser legal :D diz:

      Engraçado não é mesmo?Você reclama tanto de funk por ter “putarias” e não percebe que os animes são cheios de porcaria também,tem coisas imorais e ridículas que chegam a dar raiva. Dbz é um anime que só é bom na versão brasileira,mas na versão original é cheio de babaquice como por exemplo aquele velhote pedindo para a bulma mostrar a sua calcinha e acaba mostrando mais do que deve….
      Tudo bem,eu também curto e até assisto naruto,mas por favor,você só confirmou o que o autor do texto disse….
      O funk realmente é muito indecente,mas anime também é,assim como o rock também,apesar de serem em menor escala…

  29. Eu não tenho orgulho de ser brasileiro pelo seguinte motivo: o preconceito por parte de pessoas idiotas, estúpidas, retardadas, babacas, canalhas, hipócritas, arrogantes, filhas de puta(kenga) ruim(desculpe-me se estou sendo muito ofensivo, esta não é a minha intenção) contra um determinado grupo de pessoas(nerds, roqueiros, nordestinos, otakus, etc,). Preconceituosos são todos babacas mesmo, cada um mais filho de puta que o outro, deviam se olhar no espelho para enxergar a própria feiura em vez de ficar só atacando os outros com ignorância. O pior dos pecados humanos é o preconceito, pois Deus, Nosso Pai, quer que nós nos amemos uns aos outros, como ele nos amou(João, 13, 14). Essa coisa de superioridade ou “julgar-se melhor que os outros” é pura babaquice humana, só os tolos idiotas dizem isso. Ninguém é melhor que ninguém e ponto final, não estou nem aí para que esses idiotas realmente pensam.

    • -- diz:

      Brasileiro é um papagaio com essa palavrinha cretina… “é precunceitiu”, “é precunceitiu”.. currupacu

    • Uma pessoa que tenta ser legal :D diz:

      Você tem preconceito contra funk,contudo seu comentário mostra apenas que você se igualou ao nível dessas pessoas “estupidas”,xingou e ainda disse que sua intenção não era ofender,tudo bem eles são “preconceituosos”,porém você também tem que ver que ficar xingando não resolve, fora que todos nós temos preconceito ,mesmo que seja lá no fundo,mas temos…
      O jeito é evitar que ele nos controle,não precisa concordar com os outros,mas respeitar…

      Nerd e roqueiro viraram moda,apenas o nordestino que realmente sofre preconceito…

      “Essa coisa de superioridade ou “julgar-se melhor que os outros” é pura babaquice humana, só os tolos idiotas dizem isso. ” Por favor amigo,tenha cuidado com o que você escreve,pois você se considera superior as pessoas que curtem funk.Você não disse exatamente que é superior,mas foi o que pareceu…

      PaZxxxx a todoSxxxx

  30. CHARLES diz:

    esse artigo é corretissimo, a pessoa que o escreveu está certissima, os brasileiros reclamam dos politicos corrupitos e aí ao mesmo tempo agem assim : comprando dvds e cds piratas, botando gatos de energia, agua, tv acabo, compram camisas de marca falsificadas,compram ingressos falsos de eventos, vivem na internt fazendo dowloads ileguais, furam fila de bancos e lotericas, o brasileiro é o povo mais hipocrita e desonesto do mundo.

  31. Rodrigo Rodrigues diz:

    Devo dizer ao autor deste artigo que o APLAUDO DE PÉ por expôr a realidade deste país cheios de maravilhas, exceto o povo, que me dá nojo. E quero dizer que é muito difícil e desconfortante viver honestamente, só o travesseiro sabe como me sinto e confesso que não me arrependo.

    É como o versículo da bíblia diz: (Mateus 7:5)

    “Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão”

    Este também é o comportamento do povo brasileiro…

    Eu TAMBÉM não tenho orgulho de ser brasileiro!

  32. magaiver diz:

    concordo, o povo reclama dos politicos, da policia e de todos os servidores públicos, alguem já pensou que todos eles sairam do meio da sociedade, se tivessemos leis severas a pessoa pensaria 10 vezes antes de praticar qualquer ato contra a lei. Penso que nós brasileiros somos o povo mais desonesto do mundo.

    • Jorge diz:

      Sem esquecer que a desonestidade nao está restrita ao setor público, o setor privado também está coalhado de exemplos: é o mecanico que inventa defeitos no carro, o dentista que diz que tem de fazer canal quando o caso é simples obturaçao, as empresas que fazem propaganda enganosa e depois fazem ouvidos moucos às reclamações, os financiamentos com juros zero, .etc etc etc

  33. Edmar rodrigues da silva diz:

    Estou desempregado a 5 anos e estou passando por dificuldade e gostaria de pedir uma ajuda para um filho de Deus que possa me ajudar , nao estou pedindo dinheiro mais sim que alguem que tenha sentimento em poder me ajudar com um emprego, sou casado tenho filhos e sou motorista , categoria (D) , eu nao posso dar um natal feliz para meus filhos ,por favor me ajudem aconseguir um emprego para que eu possa ganhar o meu salario com dignidade, em nome de Deus eu imploro a um bom samaritano. meu telefone é (31) 92056809 Edmar ,Causo alguem queira me ajudar com uns trocados esta é a minha Conta 12.182-7 AG- 0750-1 Banco do Brasil

  34. Brasil, um país gigantesco em extensão territorial, mas um paisinho insignificante em ética e cultura. Povo atrasado que não sabe votar, não tem o hábito da leitura, não sabe apreciar arte, boa música e se deixa dominar mentalmente pelas opiniões impostas por um canal de TV. Que lástima; que tristeza por ter nascido brasileiro! Dizer que temos de ter orgulho de ser brasileiro é dizer que temos de nos orgulhar pela corrupção que impera neste país. E o que dizer da impunidade, responsável por fazer do Brasil um verdadeiro paraíso para bandidos e criminosos de toda espécie?

  35. Gilvan diz:

    O Ricardo está corretíssimo…O brasileiro é hipócrita mesmo…Acha sempre uma justificativa nas suas ações erradas…e sempre quem está agindo em desacordo é o outro e nunca ele….Vou só expor algo que acho que devo compartilhar e que talvez o povo ache que não seja tão comum, mas vou frizar: é mais comum do que se imagina. Sou funcionário público (militar) da área de segurança pública. Quantas vezes já ouvimos falar por meio de noticiários ou até mesmo através de parentes, amigos, colegas etc sobre propinas ?…(bem, vcs já entenderam o caso…). Uma boa parte da população acusa, fala mal etc. Mas o que eu nunca (aliás só uma pessoa) ouvi alguém dizer é : ” eu ofereci uma vantagem, dinheiro…para que me livrassem dessa ou daquela punição”. Acho isso um tanto quanto estranho. Digo isso porque tenho quinze anos de profissão e se fosse expor aqui todos os casos em presenciei ficaria dias digitando. Aliás o último caso aconteceu há exatamente uma semana. E, digo mais, a maioria esmagadora dos casos ocorre com as pessoas que se dizem cidadãos honestos e de bem (e sem qualquer distinção de classe… pois há muitas pessoas de alto poder aquisitivo dirigindo seus carrões com o licenciamento em atraso, por exemplo). Portanto, me inquieta saber que há tantas pessoas oferecendo propina pelos mais diversos motivos por aí, no entanto não se encontra uma sequer que admita isso. Não admitem, mas acusam os que aceitam. É de uma hipocrisia sem fim… Certa vez certo conhecido de infância me disse: ” Pô, meu! Eu estava conduzindo meu carro pela rodovia BR 116 quando fui parado pelos policiais os quais constataram que a documentação não estava em ordem e que esse fato acarretaria a apreensão do meu veículo…” .Bom, moral da história: o veículo não foi apreendido…entenderam, né?. O pior de tudo isso foi que ele me relatou o fato com o ar de crítica àqueles funcionários. Eu lhe perguntei: “Te forçaram a fazer algo que vc não queria ?” e ele me respondeu: “Não” . Me relatando inclusive que quem sugeriu a situação (aquele “jeitinho brasileiro” citado no texto) fora ele mesmo, e que também ficara muito mais que feliz pelo resultado, ou seja, o fato de seu veículo não ter sido apreendido. Eu então repliquei: ” Não estou te entendendo…o que vc queria, então?” Ele não teve uma resposta concreta, falando apenas: ” Pô, meu, é fo… é fo….”.
    Uma outra coisa: não nos esqueçamos que o funcionáro público não apareceu ali do nada, ela é fruto da sociedade em que vive. O Sistema é formado pelo povo…
    Graças a Deus (sendo ou não Deus ou a religião “criados” para um controle da sociedade.., o fato é que a minha crença num ser supremo e na sua Palavra é fato decisivo para as minhas atitudes e isso faz toda a diferença) e aos meus pais que, embora semi-analfabetos, souberam me ensinar valores… que, no tocante a esse aspecto, ponho minha cabeça no travesseiro e durmo tranquilo e bem.
    A coscientização das pessoas, principalmente dos mais carentes, é algo muito difícil.
    É difícil conviver numa sociedade como nossa. BEM HIPÓCRITA e muito INDIVIDUALISTA. Aliás este seria um bom tema para o Ricardo discorrer já que ele, na minha opinião, tem o dom da palavra.
    Disculpem-me pelo tamanho do texto.
    ABRAÇOS a todos…
    Estou aberto a perguntas, rsrsrs.

    • Elizabet diz:

      Sempre pensei como vc. e achava que estava sozinha. Agora, sei que estou certa ao achar que os brasileiros são desonestos, sim. Quem já não foi furtado ou roubado pelo empregado, pelo cliente ou por um desconhecido? Se fizermos uma pesquisa, o resultado será dee 100%.

  36. Johann diz:

    Ainda bem, que sou descendente de alemães e hoje sou cidadão alemão e moro na Alemanha.
    Brasil nunca mais, ainda bem que eu me livrei de morar e conviver nesse lugar.
    Queria que todas as pessoas no mundo pudessem ter a chance de ser alemães

    • Que comentário burro, Johann. Hitler lhe dá saudações.

      • brsinal diz:

        Hitler era austríaco, colega. E não rotule os alemães como nazistas, ou você gostaria de ser rotulado como traficante, maconheiro e amoral? (Agradeça a filmes como “Carandiru” e “Cidade de Deus”).
        Mas te perdôo porque não gosto do jeito dos alemães. E sim, já estive na Alemanha.

        • Valmir diz:

          Bela resposta, se é pra rotular então brasileiro é isso mesmo, traficante, maconheiro, corrupto. Para mim filmes (Cidade de deus, carandiru) como este provocam um efeito negativo no brasileiro, e até mesmo aquela musiquinha faroeste caboclo, pra mim brasileiro é paga pau de bandidagem, tem muita gente que acha legal desafiar a lei, fazer posse de bandido no facebook, infelizmente no brasil isso se tornou ideologia.

      • Gabriela diz:

        Muito burro mesmo. Hitler e cia. amaciando o bigodinho. Que horror.
        Este post é extremamente interessante. Estou pesquisando para um documentário.

      • Luciano diz:

        Engraçado que sempre abaixo existe o comentário dos recalcados ,pobres e analfabetos criticando ou negativando o comentário do amigo Johann

    • Rubens Gallacio diz:

      Johann está certo. A Alemanha, assim como grande parte dos países europeus como França e Itália, são países infinitamente mais desenvolvidos que o Brasil (falo em especto de moralidade, como se outros aspectos já não fossem o bastante). Em se tratando da Alemanha especificamente, é uma nação de deu ao mundo grandiosos e importantíssimos inventores e descobridores. Basta entrar nesta página para ver:

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Categoria:Inventores_da_Alemanha

      Basear-se em um único homem chamado Hitler para fazer desmerecer a honrabilidade de todo um país, desculpe-me Ricardo Silva, mas isso é que é burrice. Em todo lugar há pessoas de todo tipo. Há muita gente de bem no Brasil e gente do mal na Alemanha, mas, sejamos racionais e compreendamos que estamos falando de uma grande maioria dominante. E Hitler não é o que domina no pensamento alemão, diferentemente do Brasil, onde a hipocrisia e a desonestidade impera.

    • Ísis diz:

      Johann vc foi muito mal interpretado por aqui, mas entendi o que você quis dizer. É extremamente burro rotular um país ou um povo com base em uma figura representativa que não deu certo. É a mesma coisa que dizer que sou corrupta, desonesta, suja, etc só por que o Brasil foi governado pelo LULA e cia. Que bom que você conseguiu seguir outros rumos, gostaria de ter a mesma sorte!

    • Wellington diz:

      Verdade pura, se todos tivessem está opção eu também, sumiria deste país. Pois tem um detalhe, onde tem brasileiro sempre tem aquele famoso jeitinho para se dar bem.

  37. Paula diz:

    De certa maneira concordo com o Milton Autóctone. Muitos países “civilizados” são menos corruptos porque não há essa impunidade como aqui no Brasil. Claro que há a questão da educação, mas também quem não obedeceria leis básicas se soubesse que levaria uma multa altíssima? No Canadá, um exemplo, é por aí: dependendo da rua, se você atravessar fora da faixa ou não esperar o sinal fechar, você é multado, está bebendo bebida alcóolica andando, multa, deixou cair latinha, papel no chão, multa…me lembro de uma notícia de uma criança que deixou cair um copo de plástico no chão e o guarda já veio atrás para multar. Nos EUA, chamar uma pessoa de gorda pode dar processo etc..

    • Gabriel diz:

      pois é. acho que é muita coisa junta. No Canada educaçao e saude sao um direito de fato do cidadao. Rico nao é arrogante de se achar em direito de andar, desmandar, subornar, falar grosso etc. e pobre nao se deixa comprar que nem no Brasil mas tem mais dignidade até porque tem a possibilidade de viver com dignidade sem ter que puxar o saco de ninguem

  38. jose carlos dias dos santos diz:

    eu tenho vergonha de ser brasileiro porq nossos gonvernantes cada dia q passa leva noso brasil pro poço um pais tao rico e mal dividido so venmos u nome du brasil em escandalo eu tenho vergonha mesmo

    • Victor Deckter diz:

      discordo, o problema do Brasil é o Brasileiro, um povo Malandro, desonesto e que reclama mas nada faz. se fossemos Honestos e tals ai sim seria um otimo pais para se viver mas….

  39. Sad but true diz:

    A propósito, Priscila, quando for fazer um comentário, procure ao menos, escrever corretamente, porque esse é outro dos muitos problemas do brasileiro, sequer acha importante saber escrever, afinal o que importa é festa, vida boa, musica ruim e alienação, tudo bem brasileiro.

  40. Sad but true diz:

    Perfeito texto, correto, bem escrito e explicado e consegue provas concretas do quanto está correto, através dos vários comentários ridículos, dos apaixonados por esse lixo chamado Brasil, risíveis patriotas, que defendem tudo o que aqui é errado, tentando fazer comparações(impossíveis) com outros países, onde sim, ao contrário daqui, a honestidade e a retidão de caráter são O EXEMPLO MAIS SEGUIDO. Aqui, é o lugar onde as regras, normas e leis são feitas para simplesmente serem ignoradas, porque como bem falou o autor, sempre existe uma explicação. Um leitor, comentou sobre uma das muitas grandes mentiras sobre o Brasil, que é a ‘FAMOSA GENEROSIDADE BRASILEIRA”, ora, pelo amor de Deus, o Brasileiro é um dos povos mais egoístas e mau intencionados que existem, no geral, com raras exceções, nunca estendem a mão, e as desculpas são as mais variadas, como ninguém faria por mim, eu não quero me incomodar, isso dá muito trabalho e assim por diante. Certa vez, conversava sobre assuntos semelhantes, com um rapaz no corredor da faculdade, e ao expor vários motivos que me faziam detestar o Brasil e principalmente seu povo, ele me deu uma resposta, que é mais ou menos uma síntese de porque o Brasil não vai mudar e sempre será medíocre. A resposta dele foi que ele concordava com quase tudo o que eu tinha dito, porem se um estrangeiro chegasse ali naquele momento e tentasse falar a respeito, ele negaria tudo com veemência, ou seja, esse orgulho e essa soberba de amar e proteger algo que desde sua criação está errado é a nossa ruína, mas para a maioria, sempre existirá o carnaval, futebol e promiscuidade e para a maioria, isso é que é importante. CERTA VEZ, OUVI UMA PIADA, QUE SE TRATANDO DE BRASIL, ATÉ QUE FAZ SENTIDO. AO VER DEUS LOGO APÓS CRIAR O MUNDO, DIVIDIR ESTE EM PAÍSES, E EM CADA UM DELES COLOCAR COISAS BOAS E RUINS COMO CATÁSTROFES NATURAIS, CLIMA DESÉRTICO E ASSIM POR DIANTE, OS ANJOS LHE INDAGARAM SOBRE O FATO DE QUE AONDE SERIA O BRASIL, NÃO HAVER NEM UM TIPO DE PROBLEMA OU CATÁSTROFE NATURAL, PORQUE ENFIM AQUELE PAÍS PARECIA SER PRIVILEGIADO EM RELAÇÃO AOS OUTROS, NO QUE DEUS RESPONDEU, ESPEREM PARA VER O POVO QUE VAI MORAR ALI…Seria engraçado se não fosse trágico.

  41. Priscilla diz:

    Boa Noite
    Sabe que hipócritas são os falam que nao são.Voçe falo, critico(i muito),reclamou….Mas vc percebeu que se auto elogiou e se auto refes o jeitinho brasileiro,como por exemplar, vc acusando mais nao digamos “olhando o proprio humbigo”,pois é facil ir ali e falar e dizer que sao todos hipócritas mas lembre-se que quem se aclama demais é um simples que faz parte mais quer se destacar.
    Só um palpite Beijos

    • Gabriel diz:

      que provas voce tem que quem escreveu o artigo é que nem os que ele critica ??
      Um palpite que eu vou dar, ao invez, é que se voce se sentiu ofendida e criticada por este artigo significa que voce é daqueles mesmo que assim que puderem dao um jeito pra tudo e gostam de passar a perna nos outros

    • Sentinela da Lua diz:

      Você é estrangeira, Pryscilla? Qual nacionalidade? Mesmo me esforçando, não consegui entender algumas partes do seu comentário.

  42. Carol munizz diz:

    Estou super de acordo, infelizmente tenho que dizer “não me orgulho de ser brasileira”

  43. Kariny diz:

    Sendo estudante de ensino médio, de uma escola publica desse “tão Grande Brasil”, me vejo no dever de concordar plenamente com o texto de nosso amigo. Vivendo todos os dias a corrupção do povo brasileiro, me deparando todos os dias com o lixo de educação que eles oferece para as crianças e os jovens, que são futuro do Brasil, eu falo com todas as palavras que me envergonha de ter nascido Brasileiro. Para passar em concursos, eu tenho que fazer cursos fora da escola, sobre as disciplinas que eles são obrigados a nos ensinar, sendo que não ensinam nada. Desculpa Brasil, mais eu tenho 16 anos, e tenho muita vergonha do país que eu nasci. Vergonha de ver que é preciso de uma copa, para eles reformarem o Brasil, vergonha de não se construir famosos, ídolos, por ter estudo, por ser especialista, mestre, ou doutor em tal areá, mais sim, porque eles fizeram uma idiotice que ninguém nunca tinha feito ainda, só assim pra ser famoso no Brasil. Me desculpe Brasil, por ter vergonha de ter nascido em um país aonde que chutar uma bola é mais importante que a fome das pobres crianças brasileiras. Brasil Um país dos trouxas, aonde o governo retrata a hipocrisia do seu povo. Tudo isso é consequência das pessoas ignorantes, que não querem cair na realidade.

  44. Amanda de Carvalho diz:

    Realmente,muito bom.Sou um pouco nova para me interessar por esse tipo de coisa mas concordo plenamente!!!!
    Isso é um ultraje!!!

  45. Nossa, acabei de ler 2 de seus textos (este e o do câncer do Lula) e estou pasma de como voce consegue traduzir em palavras exatamente o que eu penso sobre estes assuntos! Nunca na historia desse país a hipocrisia foi um problema tão serio! Hehe. Os seus argumentos sao muito bons, como voce expoe e o toque acido que poe com as ironias. Achei otimo… Conheci o site hoje e a partir de agora serei uma leitora assídua🙂 parabéns!

  46. Jaqueline diz:

    Prezado Ricardo

    Concordo com a essência do texto, mas acho que tem por aí muita gente honesta que passa despercebida. Acho que a mudança pode demorar mas é possível e cabe a cada um de nós, aos poucos, no dia a dia, nas pequenas coisas, fazer com que aconteça – como você fez devolvendo o maço de dinheiro. Sua atitude causou estranheza, mas o mais importante foi que você deu UM BOM EXEMPLO e assim abriu um precedente. É assim que a mudança começa, com pequenos gestos.

    Reproduzo abaixo um texto de Frei Betto que é um contraponto ao seu texto:

    “Ensina a teu filho que o Brasil tem jeito, e que ele deve crescer feliz por ser brasileiro.

    Há neste país juízes justos, ainda que esta verdade soe como cacófato. Juízes que, como meu pai, nunca empregaram familiares, embora tivessem filhos advogados, jamais fizeram da função um meio de angariar mordomias e, isentos, deram ganho de causa também a pobres, contrariando patrões gananciosos ou empresas que se viram obrigadas a aprender que, para certos homens, a honra é inegociável.

    Ensina a teu filho que neste país há políticos íntegros como Antônio Pinheiro, pai do jornalista Chico Pinheiro, que revelou na mídia seu contracheque de parlamentar e devolveu aos cofres públicos jetons de procedência duvidosa.

    Saiba o teu filho que, no monolito preto do Banco Central, em Brasília, onde trabalham cerca de 3 mil pessoas, a maioria é honrada e, porque não é cega, indignada ante maracutaias de autoridades que deveriam primar pela ética no cargo que lhes foi confiado.

    Ensina a teu filho que não ter talento esportivo ou rosto e corpo de modelo, e sentir-se feio, diante dos padrões vigentes de beleza, não é motivo para ele perder a auto-estima. A felicidade não se compra nem é um troféu que se ganha vencendo a concorrência. Tece-se de valores e virtudes e desenha, em nossa existência, um sentido pelo qual vale a pena viver e morrer.

    Ensina a teu filho que o Brasil possui dimensões continentais e as mais férteis terras do planeta. Não se justifica, pois, tanta terra sem gente e tanta gente sem terra. Assim como a libertação dos escravos tardou, mas chegou, a reforma agrária haverá de se implantar. Tomara que regada com muito pouco sangue.

    Saiba o teu filho que os sem-terra que ocupam áreas ociosas e prédios públicos são, hoje, chamados de “bandidos”, como outrora a pecha caiu sobre Gandhi sentado nos trilhos das ferrovias inglesas e Luther King ocupando escolas vetadas aos negros.

    Ensina a teu filho que pioneiros e profetas, de Jesus a Tiradentes, de Francisco de Assis a Nelson Mandela, são invariavelmente tratados, pela elite de seu tempo, como subversivos, malfeitores, visionários.

    Ensina a teu filho que o Brasil é uma nação trabalhadora e criativa. Milhões de brasileiros levantam cedo todos os dias, comem aquém de suas necessidades e consomem a maior parcela de sua vida no trabalho, em troca de um salário que não lhes assegura sequer o acesso à casa própria. No entanto, essa gente é incapaz de furtar um lápis do escritório, um tijolo da obra, uma ferramenta da fábrica. Sente-se honrada por não descer ao ralo que nivela bandidos de colarinho branco com os pés-de-chinelo. É gente feita daquela matéria-prima dos lixeiros de Vitória que entregaram à polícia sacolas recheadas de dinheiro que assaltantes de banco haviam escondido numa caçamba.

    Ensina teu filho a evitar a via preferencial dessa sociedade capitalista que nos tenta incutir que ser consumidor é mais importante que ser cidadão, incensa quem esbanja fortuna e realça mais a estética que a ética.

    Saiba o teu filho que o Brasil é a terra de índios que não se curvaram ao jugo português e de Zumbi, de Angelim e frei Caneca, de madre Joana Angélica e Anita Garibaldi, dom Hélder Câmara e Chico Mendes.

    Ensina a teu filho que ele não precisa concordar com a desordem estabelecida e que será feliz se se unir àqueles que lutam por transformações sociais que tornem este país livre e justo.

    Ensina teu filho a votar com consciência e jamais ter nojo de política, pois quem age assim é governado por quem não tem e, se a maioria tiver a mesma reação, será o fim da democracia. Que o teu voto e o dele sejam em prol da justiça social e dos direitos dos brasileiros imerecidamente tão pobres e excluídos, por razões políticas, dos dons da vida”.

    Então, ele transmitirá a teu neto o legado de tua sabedoria.”

    Que a exceção torne-se regra!

    • Gerimaurio Antonio dos Santos diz:

      É isso aí. Meu nome é Gerimaurio, tenho 52 anos; família, e sou criticado pelos meus próprios pelo meu senso de justiça e moral. Não sou moralista. Procuro ser autêntico. Não sou certinho; uma coisa não sou: hipócrita. Lamentávelmente o povo Brasileiro está muito longe daquilo que se chama nação, porém aqueles que sofrem por se sentirem “excessão” não devem se sentir assim. Ninguém pode se lamentar por fazer a coisa certa. Nosso povo ainda não decobriu sua própria identidade. primeiro invadidos por uma horda de portugueses católicos. Depois pelo modelo norte americano. Sou BRASILEIRO e tenho orgulho de sê-lo. Esse nosso povo; romântico, ingênuo, malicioso; cheio de bondades e más intenções há de acordar um dia e reescrever a história do Brasil. Não sou um sonhador, mas não existe jeito certo de fazer errada. Aos que são verdadeiros nessa vida eu peço: não desistam do Brasil afinal já somos tão poucos.

  47. Ju diz:

    Comecei lendo seu texto achando que eu iria me irritar. Já estava me preparando para escrever um comentário furioso. Me precipitei e descobri, chegando ao final do texto, que acabei concordando com muita coisa.
    Não tenho orgulho de ser brasileira. Tenho orgulho de ser a exceção – a minoria brasileira que ainda tem alguma esperança de conseguir mudar, mesmo que pouco, a mentalidade do restante dos brasileiros. Começam com pequenos atos. Diferente de meu pai, que quer sair do país, virar cidadão de outro lugar mais civilizado, eu quero continuar aqui. Se sou uma exceção, então quero fazer parte da mudança.
    Começam com pequenos gestos.
    Vejo muitos conhecidos contando seus feitos, como tiraram vantagem em tal situação. É incrível como contam para a gente as coisas ilegais que fazem como se fossem super descolados e legais. Tive uma amiga que falava que o “mundo é dos espertos”, eu rebatia falando que “esperto é aquele que consegue o que quer do jeito certo. Só os incapacitados precisam de artifícios e manhas”. Não acho que mudei ela, muito teimosa para mudar. Mas sei que fiz ela pensar. Isso já é alguma coisa.
    Infelizmente o povo brasileiro é assim.
    Esses dias vi um carro com adesivo de cadeirante parado em uma vaga para deficiente físico. A mulher – que não tinha deficiência nenhuma e estava sozinha – colocava suas compras calmamente em seu porta-malas. O fato de ela ter aproveitado que tinha o adesivo para parar na vaga preferencial é um desrespeito com sua própria família – quem quer que seja o parente cadeirante dela. Pena que a esperteza dela tenha a cegado para este fato, mas sendo alguém que conhece as dificuldades de um cadeirante, deveria ter mais respeito e deixar a vaga para alguém que realmente precise – independentemente do adesivo permitir a ela estacionar ali. Afinal, um dia o parente dela vai depender deste mesmo respeito. E aí? Cadê o bom senso?
    Às vezes me decepciono com as coisas que eu vejo. Mas não quero perder as esperanças. Se tento ser uma pessoa boa, depende de mim mudar as pessoas ao meu redor. Se eu negligenciar isso, serei tão ruim quanto eles. Não vou mudar o mundo. Vou apenas mudar a mim mesma e levar quem estiver por perto comigo. Estamos em constante evolução.

    Obs: Para quem chamou o texto de clichê, não seja prepotente. O autor escreveu um texto lúcido e cheio de verdades. Se você é um bom brasileiro, demonstre isso em suas atitudes e veja em uma crítica a oportunidade de melhorar. Dizer que o país está bom é cruzar os braços para viver em uma realidade que existe em sua cabeça. Não estamos no pior país do mundo, tampouco estamos no melhor. O Brasil tem lado bom e ruim. Enquanto continuarmos a enxergar apenas o bom e negligenciar o ruim, continuaremos no lugar onde estamos. Não concordo com essa atitude de alguém nos comentários, essa postura de “os incomodados que se mudem”. É justamente nos incomodados que está o poder de mudarmos alguma coisa nesse país. Eu digo outra coisa: Os incomodados que MUDEM! Mudem as atitudes, mudem as pessoas, mudem, pouco a pouco, esse pensamento engessado na mente do brasileiro. Eu faço a minha parte, e você?

    Ao autor do texto, parabéns. Seja o cidadão que você quer para o seu país. =)

    • Olha, esse foi o comentário mais lúcido e sensato que já li em toda a vida desse blog, não digo isso porque existe concordância em relação ao que escrevi, falo porque os brasileiros ignoram seus defeitos; como alguns comentadores aqui tentanto justificar o erro brasileiro dizendo que isso não acontece só aqui, mas que é coisa do ser humano. Um erro não justifica o outro. Querida Ju, muito obrigado pela contribuição. Como disse Gandhi (que pode parece clichê citar, mas é relevante): “Devemos nos tornar a mudança que queremos ver no mundo”.

  48. Leonardo diz:

    Não vou dizer que o texto é uma mentira, pois há muita coisa feia por aqui mesmo. Mas ainda acho que meu povo é, em sua “maioria”, um dos melhores povos do mundo. Corrupção, malandragem e coisas assim existem em qualquer lugar.

    Discursos como esse não vão mudar a realidade. Apesar do mérito de tocar na ferida aberta. Desculpa amigo, mas a terra onde você nasce não faz você melhor ou pior. Você deveria reclamar para seus pais e os pais dos seus amigos. São eles que deveriam cuidar da educação, não o país…

    • Gabriel diz:

      é todo mundo que tem que ciudar. O autor do artigo tem razao e dizer que corrupçao, malandragem, etc. existem em qualquer PaIs é querer esconder o fato que o Brasil é um dos Paises mais corruptos do mundo e onde o cidadao medio so’ pensa em passar a perna nos outros.
      Eu viajei em muitos Paises e a falta de senso civico no Brasil é altissima comparada com todo Pais que visitei.
      Este nacionalismo provinciano de querer afirmar que isso e aquilo existe em qualquer lugar assim que alguem destacar um problema do Brasil nao leva a amelhorar nada

  49. Bom dia a todos,

    Não estarás confundindo o que chama de “Brasileiros” com a raça humana? Por ventura, se o Senhor citado derrubar um maço de dinheiro em outros paises, todos correrão como boas pessoas e devolveram o dinheiro sendo um ato normal e servindo de exemplo para “escória” dos brasileiros?

    Reflita com tranquilidade a origem de nosso povo, bandidos que foram trazidos para cuidar de terras e imigrantes que fugiam de suas terras, o brasileiro ainda não se aceita como brasileiro e se esforçar para criar sua identidade, preferem escrevem textos como os seus e viajar para a França nas férias; se em uma sala com várias pessoas gritar quem é alemão? Logo alguém levantará a mão por ter sobrenome terminado em “dorf” mesmo que seus pais e ele mesmo tenham nascidos no Brasil.

    Tirar vantagens é algo nato do humano e não somente do brasileiro, seja o exemplo que deseja e assim como recusou a recompensa financeira, não se preocupe também com a recompensa moral, pois pelo visto você ao devolver o maço de dinheiro esperava sorrisos de todos que o cercavam e quem sabe uma salva de palmas.

    Prazer! Sou mais um hipócrita que ama sua terra.

    Milton AUTÓCTONE.

    • SAD BUT TRUE diz:

      Você caro amigo orgulhoso de sua terra, é realmente mais um, na minha opinião, talvez não hipócrita, pois realmente é difícil, remar contra a corrente, lutar contra um status quo de mais de 500 anos, reverberado de várias maneiras e com um escopo gigantesco, de interesses que não vale nem a pena citar, pois é chover no molhado, mas enfim, um dos maiores entre muitos, senão o maior de nossos problemas, é essa posição defendida por você e a grande maioria dos “BRASILEIROS”, que é a de sempre rebater as críticas com comparações, na maioria das vezes, esdruxulas, como por exemplo, dizer que a atitude do autor, ao devolver o dinheiro a uma pessoa que o deixou cair, teria o mesmo efeito em terras mais civilizadas e moralmente educadas. Ora, meu amigo, é óbvio que nesses lugares, a grande maioria, teria e acharia essa atitude normal e correta, embora alguns não, enquanto que na sua AMADA TERRA, a proporção seria inversa, estando aí, o nosso grande problema. UM ENORME E MASSIFICADO DESVIO DE CARÁTER, que entranhado nas pessoas, amparado por um patriotismo falso e medíocre, porque não traz benefício nenhum ao país, nos coloca sempre a andar um passo para a frente e dois ou trés para traz. É como se em uma comparação ridícula, eu tivesse uma televisão que funciona com visível defeito, e eu ao invés de consertar a mesma para que funcionasse perfeitamente assim com a de meu vizinho, eu insistisse em dizer a todos, que a dele tem o mesmo defeito.

  50. Andrey diz:

    Esse teu ódio pelos brasileiros dever ser o mesmo que Hitler sentia pelos judeus.

  51. Perfecto! E para as pessoas que usam o argumento da generalização, saibam vocês que a índole de um povo é medida pelas ações da maioria. Infelizmente pelo mundo afora, o Brasil não é muito bem-visto não. Principalmente por causa dos brasileiros que vão pra fora e querem se utilizar do “jeitinho brasileiro” por lá.

  52. Todos (ou a maioria) dos fatos relatados são verídicos, no entanto não são suficientes para generalizar e chegar a conclusão que o povo brasileiro é corrupto. Esse mal não se restringe ao Brasil, está presente em toda parte do mundo e faz parte do ideário capitalista de tirar lucro em cima tudo, custando o que for, seja qual for a situação. Se você não tem orgulho na sua nacionalidade, não sou eu que vou tentar convencê-lo a ter. Mas fica a dica: a mundança de um povo parte da consciência individual e da ação de minorias dentro da sociedade. Críticas isoladas, sem objetivos e sem foco não ajudam em nada.

  53. Marcella V. diz:

    Bom, vendo você falar assim, vejo que estou diante de um grande viajante e conhecedor de todo o mundo! Estou orgulhosa. Porque se tu dizes que não tens orgulho de ser brasileiro por tudo isso, é porque o alemão, o argentino, o americano, e o restante, não são, verdade? Bom. O seu texto está ótimo, ótimo mesmo, é bom saber um pouco do porquê o Brasil está assim. Você afirma tudo com a plena convicção de que o Brasil é assim e fim! Então deves conhecer tambem todas as cidades e Estados brasileiros, outro motivo para orgulhar-me de conhecer-te, invejo-te. Ou derrepente, talvez voce nem conheça e diz isso pelo que amídia prega, ou por livros e jornais que voce ja leu que nada mais são que opiniões formadas por terceiros, quartos, quintos ou sextos! Meu caro, voce só deve criticar aquilo que conhece de verdade. E se conhece, vamos as colocações. Apresente fatos, questões convincentes, não venha com frases feitas, ou opiniões formadas que todo mundo utiliza. E ah! Se o Brasil está mesmo assim como tu dizes, é pelo acumulo de pessoas que não querem mudar, e só criticam, fazem sua parte, como voce disse que fez, mas fazer sua parte e criticar depois é quase como por feita por obrigação. Enfim, não quero obrigar-te a ter orgulho de ser brasileiro, nao conseguiria e nem quero, pois orgulho é um sentimento natural. Porém, deixo minha opinião dizendo que a mesma comparação que voce faz sobre os pequenos ‘delitos’ com os do colarinho branco, farei contigo… Qual a diferença entre você e a mídia repugnante que não quer a mudança? São apenas opiniões formadas, que nada ajudarão em mudar. Um grande abraço meu caro

    • Gabriel diz:

      Quanta raiva contra quem ousou falar a verdade !! As verdades contidas no texto do Ricardo incomodam muitos pelo visto, né? Logico. Caso contrario o Brasil nao seria assim…quem gosta de furar fila, etc. se sentiu criticado pelo texto.
      Voce, Marcela, se quiser a mudança, porque fica com tanta raiva de quem, como Ricardo, destacou atitudes frequentes e vergonhosas do cidadao brasileiro medio, atitudes evidentes no nosso dia a dia e dainte dos nossos olhos, se quisermos ve-las
      Parabens, Ricardo !

  54. junior diz:

    Bom meu caro se conhece na raiz todos os 190 milhões de brasileiros considero seu texto bem mais que coerente, porém como tenho certeza que não conhece, julgas os outros pela capa, correto? Faça uma pesquisa, um levantamento qualquer e verá que não é isso.
    Nosso é povo honesto, um povo receptivo e outros adjetivos que estou cansado de vender por ai. Ai vem um pateta sem conhecimento nenhum da sociedade brasileira no que tange a honestidade, me dizer que todo aqui é corrupto!!! Faça mil favor meu caro. Sai neste Brasili de meu Deus com fome, sem dinheiro, doente, ferrado de todas e você verá que os ditos corruptos te acolheram, te daram comida, casa e tentar proporcioná-lhe um estado de saúde melhor isso por que somos, ladrões.
    Esse discursinho que desde o primeiro homem que veio de Portugal é corrupto, é ultrapassado e tosco. Então sinta-se avontade pra falar de coisas que realmente tu conhece.
    O meu, o nosso povo esta cansado desses clichês que rondam suas vidas. Foda-se a vc e seu texto hipócrita e tosco.

    • Parabéns, nobre comentador, você demonstrou qual é forma mais sensata para se argumentar. Você é o reflexo do típico brasileiro: ignorante, iludido, e superficial. Obrigado por representar bem nossa adorável nação. Não sei se tenho que explicar, mas digo no texto que os corruptos são maioria, não totalidade. Exceções não constituem uma regra. Mas parabéns, adorável Junior, você sabe muito bem como ser burro e estúpido, um mestre.

    • Gabriel diz:

      Junior, nao sabia que para expressar a opiniao sobre um povo e uma naçao é preciso conhecer todos os 190 milhoes de cidadaos que os constituem um por um !!

  55. Sou sempre taxada de otária por não curtir “furar” fila, por devolver troco a mais, por achar algo de valor e procurar o dono verdadeiro… Sabe, eu me sinto bem assim, durmo sem peso na consciência. Acho que não seria capaz de praticar tais atos de desonestidade, prejudicar pessoas, e ainda me sentir em vantagem por tê-lo feito… Por isso, achei perfeito o texto. Concordo em tudo. Me identifiquei totalmente.

  56. Romario Silva da Silva diz:

    Os bons preceitos foram soterrados, o respeito aos pertences alheios perdeu a importancia, dá-se bem é a normal geral, é facil falar improperios para os politicos ladrões e corruptos, mas reprovar as atitudes que parecem insignificantes, todavia tem o mesmo peso, como no exemplo do autor que o indignado é o mesmo ” que não devolve o troco que recebeu a mais na padaria da esquina”, na perspectiva hipocrita esse delito não é desonestidade, afinal quem mandou o funcionario não saber matematica, acaba levando a culpa quem deu o troco errado, honestidade caro Autor é tao dificil quanto gasolina não adulterada nos postos amapaenses.

  57. Excelente texto, concordo em gênero, número e grau!
    Sempre digo isso aos meus alunos, quando os vejo criticando “as elites”.

    • Gabriel diz:

      eu tambem concordo com o texto mas ao mesmo tempo acho que as elites sao tao corruptas como o povo. Nao é uma questao de classe social. o brasileiro em geral, seja ele rico, pobre, classe media, é desonesto , mesquinho e corrupto

  58. lya diz:

    triste realidade, muito bom o texto.
    o pior é constatar que isso não irá mudar.

    • sophia ketemllym marra diz:

      vcs acham ruim ser brisileiro mais saibam que e melhor ser brasileiro do que ser do HAITI ,JAPAO,CHINA,ESSES SOA OQUE TEM GUERRA MORTE E MUITAS VEZES MAIS VIOLENCIA DO QUE O BRASIL…………………..

  59. Concordo em parte que a maioria dos brasileiros é realmente desonesta e gosta do “jeitinho esperto” de ser, mas também concordo com o Cláudio Braz, também em parte, quando ele critica a generalização, isso porque eu acredito que a real intenção do autor do texto tenha sido se referir ao fato de que a minoria (imensa minoria, no caso) é a exceção de algo que deveria ser a regra.

    Embora eu não seja advogado ou promotor de um e nem de outro, devo dizer que a essa regra é válida não apenas para os habitantes de nosso imenso país, qualquer um sabe que brasileiros não são bem vistos em alguns países a ponto de serem anunciados quando entram em supermercados, ao menos eram a alguns anos no Japão, logicamente, para que o sinal amarelo dos nativos nipônicos fosse ligado e ficassem estado de alerta permanente, de modo a não serem subtraídos nas pequenas coisas em caso de desatenção. Essa imagem negativa macula não apenas os abundantes brasileiros que são os “bons bandidos”, elas se estendem para os raros exemplares de honestidade que ainda temos resistindo a todos os insultos e seduções dos que se intitulam espertos.

    O mais engraçado nisso tudo é que quando algum político não faz o pé-de-meia devido (algo raro também) enquanto está no poder, também é chamado de babaca, ou seja, o político bom e inteligente também é o corrupto, porque o honesto é besta e deixa passar as oportunidades.

    Essas são pérolas do Brasil-il-il-il.

  60. Generalização, grande argumento.

  61. thiago diz:

    Parabéns pelo texto, está ótimo!

  62. Artur Cirilo diz:

    Uma forma de honestidade que não vemos aqui é que lá fora por exemplo em lanchonetes ou cafeterias o pessoal deixa o dinheiro em cima da mesa.

  63. Eu trabalho numa escola comunidade. Sinto esse drama sempre que preciso orientar um adolescente que devolva algo que não é dele ou que não bata num colega por uma injúria que nunca aconteceu. Tudo é motivo para sacanear os outros.

    Excelente texto. Triste realidade.
    Como diz Humberto Gessinger: “Muito prazer, meu nome é otário…”

    Abraço!

Faça seu comentário. Exponha sua opinião!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s