O Imperdoável Tempo


Tempo: um amigo que não perdoa. Que está sempre do nosso lado, sempre sendo cruel. Como na mitologia grega onde Chronos devora seus filhos. Chronos é a origem de cronologia, do tempo, o que se pode concluir que: o tempo está nos devorando.  Está nos consumindo. O tempo é o amigo mais inimigo que temos que temos.

Fico olhando para os senhores que ficam jogando damas e baralho, brigando, falando da vida, reclamando dela, dos seus arrependimentos, dizendo que poderiam ter feito melhor, que poderiam ter feitos as coisas de outra forma, mas não fizeram, não melhoraram. Mas, alguns, parecem ser felizes. Brincam com os netos, se orgulham de seus filhos, bancam os jovens, se alegram com o resto de vida que lhes sobra.

O tempo passa para todos. Não há novidade nenhuma nisso. Mas poderia ele passar de uma forma melhor?

Hoje se faz uma insistente tentativa de ignorar a passagem do tempo. Se quer ser eternos jovens. É ultrajante se alguém diz que aparentamos ter mais idade do que realmente temos (não tenho nenhum problema com isso). Ser taxado de velho é uma espécie de ofensa. Ninguém quer envelhecer. Mas cá vem o tempo e mostra-nos que não importa o que se faça, ele não vai deixar de mostrar que estamos ficando velhos, carcomidos por ele. Qual é o problema de envelhecer? O que nos faz pensar que envelhecer é algo ruim?

 Quando se envelhece, aproxima-se cada vez mais da morte, algo que quase todo humano tem medo de se encontrar, mas é só esse o motivo que faz com que se tenha ojeriza pelo envelhecimento?

Envelhecer é um privilégio. É a natureza lhe permitindo mais tempo de existência. É adquirir uma experiência que pode ajudar a outros. Não adianta você querer ser contra a passagem do tempo. Não queira bancar o Davi, achando que o tempo é um Golias que você vai derrubar. Não vai. O tempo é muito mais forte do que você,  e muito mais cruel do que você pode imaginar. O tempo destrói todos os seus inimigos. Nunca perdeu uma. Então, é melhor tê-lo como aliado. Ele é uma graça com seus amigos. Ver o tempo passar na nossa vida é um honra. Se você quiser ter um grande amigo, alie-se ao tempo. Ele vai te oferecer o gostoso prazer de ficar mais velho, de ter mais capacidade para discernir as coisas.

O tempo é imperdoável com os que se opõem a ele. O que você vai escolher: se aliar ou reclamar dele?

Advertisements

Sobre Ricardo Silva

Sem talento para auto definições.
Esta entrada foi publicada em Filosofando com as etiquetas , , . ligação permanente.

2 respostas a O Imperdoável Tempo

  1. ADRIA KASSIA diz:

    AH O TEMPO! NOS TORNAMOS ESCRAVOS DELE…

  2. Por que o tempo nos preocupa tanto?
    Seria por estarmos perdendo a beleza da mocidade ou seria por aproximarmo-nos da velhice e assim da morte?
    O que me leva a pensar nisso é porque não temos controle do tempo,programamos tudo que temos que fazer num determinado dia e mesmo assim ele foge de nosso controle.
    Não adianta nossas tentativas de quere-ló controlar ou de tentar passar por ele sem que os outros percebam,ele não nos perdoa!

    Parabéns pelo texto.

Faça seu comentário. Exponha sua opinião!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s