Quem foi Osama Bin Laden?


        Agora ele é a bola da vez. Todas conversas falam dele. Todas as notícias são sobre ele. Todas as piadas são sobre ele. Mas quem de fato é ele? Como ele se tornou essa figura odiada por todo um planeta e idolatrada por uma minoria que o via como um libertador? Quem de fato é Osama Bin Laden?

Rip Osama

 Bem, a data exata de seu nascimento é incerta (apesar do wikipédia colocar no artigo que fala dele a data de 10 de março de 1957), mas sabe-se que ele nasceu em berço de ouro. Seu nome em árabe é أسامة بن محمد بن عود بن لاد que transliterado fica: Usāmah Bin Muhammad bin ‘Awæd bin Lādin. Mas todos o conhecemos pelo seu nome latinizado: Osama Bin Laden.

Ele é foi um dos 50 filhos de Muhhamed Bin Laden, um dos homens mais ricos da Arábia Saudita. Já na juventude ele entrou em contato com grupos islamitas. “Após a invasão soviética do Afeganistão em 1979, viajou para este país para participar do esforço jihadista no Afeganistão, financiando e organizando grupos de árabes e acampamentos de milícias armadas no combate aos invasores soviéticos”. Seu envolvimento com a causa islâmica tornou-se cada vez maior, a ponto de fazê-lo abandonar sua rica família para se dedicar exclusivamente ao seu projeto de purificação e para exterminar os “infiéis”.

Em 1995, depois de um ataque frustrado contra o então presidente do Egito, ele vai para o Afeganistão, sem recursos financeiros, com pouco seguidores fiéis. É neste período que ele reestrutura a falida organização Al-Qaeda. “Do Afeganistão planejou e coordenou ataques de grande repercussão às embaixadas americanas no Quênia e na Tanzânia, em 1998, e ao navio de guerra USS Cole, em 2000.” Passa então a ser um dos principais homens da lista de procurados dos Estados Unidos.

A Al-Qaeda, sob sua liderança, executam o ataque de 11 de setembro de 2001. Ataque esse que projeta sua figura para o mundo todo, e o transforma no inimigo número 1 dos EUA.

Então nesta madrugada, numa “ação de inteligência do Exército norte-americano em parceria com o governo do Paquistão, que localizou o terrorista”. Ele foi morto numa troca de tiros que durou cerca de 40 minutos, segundo fontes do governo americano, numa mansão na cidade de Abbotabad, próximo a Islamabad, capital paquistanesa. O homem mais procurado do mundo foi morto, enfim. Isso é motivo para se comemorar e ficar receoso, pois “apesar de Bin Laden estar morto, a al-Qaeda não está”, como disse o diretor da principal agência de espionagem dos EUA. “Os terroristas quase certamente vão tentar vingá-lo, e nos devemos – e vamos – permanecer vigilantes e resolutos.”

Imagem falsa de 2009, que emissoras usaram como se fosse de Osama baleado

As informações aqui talvez não sejam novas, mas quero que você, leitor, pense em uma coisa: o que motivou REALMENTE Bin Laden a querer exterminar os “infiéis”?

Mesmo os terroristas sendo demonizados pelo ocidente, ele nada mais são do religiosos. Exato. Não diga que estou forçando a barra, porque o real motivo de Bin Laden e seus seguidores matar tantos quantos eles mataram, foi a religião. Se não fosse o fundamentalismo religioso o grupo terrorista de Bin Laden não teria matado mais de 2.996 pessoas (só no ataques de 11 de setembro).

Talvez você, leitor, ache que seja uma visão forçada de um ateu que quer lhe fazer descer goela abaixo de que a religião não tem utilidade nenhuma exceto alimentar mentes insanas a cometerem atrocidades em nome de uma verdade absoluta, porém não é. Se você acha um absurdo tudo o que os religiosos extremistas do orientes fazem, deve ver também que os religiosos do ocidente num passado não tão distante fizeram também coisas repugnantes, e também em nome dessa tal verdade. A sua religião muito possivelmente já deve ter matado alguém.

Osama só foi o monstro que foi, porque acreditava que estava fazendo um favor para a humanidade e que era moralmente certo. Tudo porque seu pensamento religioso não mostrava a ele a repulsividade de suas ações.

Osama se via como um salvador, um purificador

Em suma: na modernidade a religião não possue utilidade nenhuma e o Osama Bin Laden foi só mais um fiel religioso.

Fontes: http://migre.me/4qfHChttp://migre.me/4qfME,

http://migre.me/4qfPz,  http://migre.me/4qfVI

Anúncios

Sobre Ricardo Silva

Sem talento para auto definições.
Esta entrada foi publicada em Notícias ou Atualidades. ligação permanente.

2 respostas a Quem foi Osama Bin Laden?

  1. joao diz:

    O texto ficou muito pobre em informações. Serviu mesmo mais para espalhar fontes
    SEria melhor uma elaboração do conteúdo, um ‘porquê’ mais aprofundado.

  2. caticibele diz:

    Reorganize a sua conclusão…..

Faça seu comentário. Exponha sua opinião!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s