A questão do ateísmo


Hoje na faculdade aconteceu um ferrenho debate sobre a questão do ateísmo. Se ele está aumentando ou não. Um dos colegas defendeu com unhas e dentes que dentro da comunidade acadêmica, há uma forte tendência para se acreditar na existência de um ser superior, que coordena o universo. Mas será que isso é verdadeiro? Vejamos.

Os ateus estão aumentando

Primeiro vamos à um definição básica: O que é ser ateu?”

“Ah! Isso é sei!”. Se você acha que ateu é alguém que não acredita em Deus, você está equivocado. Ateu é alguém que não acredita em deus, que não acredita em nenhuma espécie de divindade, ou qualquer coisa que se denomine divina. (deus e Deus são duas coisas distintas ok, o com “d” minúsculo se refere a qualquer divindade, enquanto com “d” maiúsculo só se usa para se referir a divindade judaico-cristã). Já com a definição em mente, vamos para a questão: o número de ateus está aumentando ou não no meio acadêmico?

Bom, existem sim astrofísicos, ganhadores do Nobel, cientistas dos mais altos graus de erudição acreditam em algum ser mantenedor do mundo. Mas isso não revela tendência alguma de que esse movimento seja uma maioria. Para sermos mais claros, foram feitas inúmeras pesquisas comprovando que quanto maior seu nível de formação, maior é o ceticismo. Isso se dá pelo fato de haver maior esclarecimento sobre o que antes era visto como mito e tinha uma explicação de cunho espiritual.

Na atual conjuntura, há um grande aumento das fileiras de ateus (ou de pessoas que não se preocupam com religião). As razões são várias. Alguns deixam de acreditar ou se importar com deus depois de algum problema de cunho pessoal, outros deixam de acreditar por causa das catástrofes naturais e os problemas da humanidade, e ainda outros pelo fato de verem na ideia de deus uma ideia irracional e improvável sob o aspecto lógico. E está ocorrendo um fenômeno que está se tornando muito nítido, que é o crescimento do ateísmo prático (talvez essa designação não seja apropriada, mas é a mais usada), pois existem dois tipos de ateus: os teóricos e os práticos.

Os ateus teóricos não acreditam em deus por consequência de uma elaboração teórica, filosófica, reflexiva. Enquanto o ateu prático não se preocupa com os aspectos teóricos da negação de deus, apenas vive como se deus não existisse.

Estamos num momento crítico, onde tudo que acontece tem uma conotação religiosa. Qualquer catástrofe é um sinal de algum deus, ou da volta de Jesus. Estamos numa Idade Média da modernidade. Mas no meio dessa loucura, há um grupo (que está aumentando), que vê em tudo o que está acontecendo, apenas a confirmação da inexistência de um ser justo, amoroso, que se preocupa com  os humanos e que possa ser chamado de deus.

E pelo que foi exposto, o ceticismo (na figura do ateísmo e outras correntes céticas) está em grande expansão. O que deve crescer em igual proporção é o respeito e a aceitação de opiniões que divirjam das nossas.

Anúncios

Sobre Ricardo Silva

Sem talento para auto definições.
Esta entrada foi publicada em Filosofando. ligação permanente.

3 respostas a A questão do ateísmo

  1. Thayse Panda diz:

    O ser humano tem necessidade de acreditar, digo isso como algo involuntário..
    É um paradoxo herdado.
    Eu somo mais um ateu nesse mundão, nada mais interessante questionar uma existência.

  2. Thamy diz:

    É verdade,o número de ateus está crescendo. Vivemos em uma sociedade em que o homem se torna o centro de tudo(antropocentrismo) de conhecimento,questionamento e etc. Então por que acreditar em um deus que diz ser amor mas não aceita ser questionado?! Ele não tem confiança em nós para responder?!

  3. Eliamar diz:

    Apesar de ser cristã, concordo com você caro colega Ricardo. O número de ateus (tanto teóricos como práticos) está aumentando sim.. digo isso por observar o mundo à minha volta e analizar que as pessoas precisam hoje em dia de um álibe muito forte pra acreditarem em um deus.

    Nosso colega em sala de aula usou de falácias sim (muito bem captado por você) para defender os argumentos dele.. Mas faltou usar de dados oficiais que nos convencessem .. tipo alguma pesquisa, como o Max colocou a pesquisa publicada em uma revista de circulação nacional.. aí sim, pegando a opnião da grande massa da pupulação e não somente de uma parcela mínima de cientistas, veremos o crescimento de ateus ou não no mundo.

    Só nos resta, como você mesmo disse, é termos respeito pelas opniões contrárias às nossas ..

    Viva a diversidade de opniões!!!

Faça seu comentário. Exponha sua opinião!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s