Cala a boca e me chupa!


A caixa de entrada do meu e-mail é um lugar muito insólito. De vez em sempre chega alguma coisa que me faz ficar rindo por semanas, e dessa vez não foi diferente. Quando atualizei a página pra ver o que tinha chegado, eis que vejo um e-mail com o assunto “Sugestão de Texto”. É raro chegar esse tipo de e-mail. No geral, são leitores que entram em contato com o blog, gostam e querem conhecer mais quem estar por trás dos textos (como se eu fosse alguém importante), trocar ideias e fazer sugestões de pautas para textos que eles julgam legais. A maioria desses e-mails é escrita por mulheres (ainda bem) e os temas variam muito. O que predominam são sugestões a respeito de relacionamento, como seu eu fosse algum Hitch, conselheiro amoroso. Não sou. Voltando. Abri o e-mail muito curioso pra saber o que era, do que se tratava e o qual era a sugestão maravilhosa que a leitora me enviaria. Quando comecei a ler, tentei ficar sério e analisar com frieza, mas não deu. Explodi na risada (apesar de que, lendo de novo, não ser tão engraçado assim):

“Oi Ricardo, meu nome é [nem me perguntem], e to aqui pedindo uma ajuda. É q eu li uns texto [sic] teu sobre sexo e relacionamento e tals, e achei foda.Mostrei pro meu namorado e ele curtiu mto [pra quê abreviaturas num e-mail¿] também. Os teus texto [sic, de novo!] até ajudaram ele. Ficou mas carinhoso comigo, mais [???] tem uma coisa que não melhorou, e que quero, se dá der pra vc me ajuda. Ele não sabe me chupar, não sabe fazer sexo oral. No resto é bom, mais é que eu gosto é de ser chupada, lambida lá naquela parte. Tem como vc escrever um texto sobre isso? Vc deve ser bom nisso, eu acho. To com vergonha de escrever esse email [sic], mais acho que vc pode ajudar pelo que li no teu blog. Me ajuda aí, por favro. Vou esperar sua resposta. Bjs”

Quando terminei de ler, fiquei meio dividido entre o lisonjeio e a vergonha. Fiquei lisonjeado porque ainda existem pessoas que gostam do que escrevo e mais ainda por acharem que “vc deve ser bom nisso” (não, não sou tudo isso não; os textos deixam aqueles que os escrevem mais sexys e interessantes, mas só isso). E envergonhado (preciso dizer porquê?) pelo fato da guria que me escreveu ter visto como única alternativa pedir ajuda pra uma coisa que poderia ser resolvida com uma boa conversa entre ela e o namorado. Mas aceitei o desafio e cá estou escrevendo o que sei sobre essa milenar arte do sexo oral em mulheres.

Já escrevi em outros textos que os homens estão esquecendo-se de dominar a arte do sexo. Esquecendo que o corpo feminino é um painel gigantesco de botões que devem ser acionados cada um no momento certo e apropriado, pra que a devida reação também surja no momento conveniente para os dois. E uma das falhas mais gritantes dos homens (da maioria, é claro) é não saber executar uma das modalidades de sexo que as mulheres mais adoram, que é o sexo oral. Quando bem feito, meu jovem leitor, as mulheres conseguem atingir níveis de prazer que a nossa vã filosofia nem pode imaginar. Coisa de outro mundo. Os olhos dão piruetas e aqueles arrepios gelados sobem costa acima. O problema é que os homens (a maioria, é claro) não sabem fazer a coisa bem feita. E o resultado disso são gemidos falsos, aquele suspiro de tédio, e ela tentando desesperadamente tirar a boca dele dali. Os lábios vaginais (coisa bonita de escrever!), tanto o grande quanto o pequeno, são extremamente sensíveis e devem ser muito bem tratados (coisa que todo homem sabe). Aquilo não é um pênis pra você chupar como se tivesse chupando… sei lá, não me veio nenhum exemplo agora. Não trate a vagina de uma mulher como se ela fosse o seu pênis. A sensibilidade é outra, a textura é outra, o formato é outro; talvez seja pelo fato de a vagina ser uma outra coisa! Mas não, homem (a maioria, é claro) é bicho teimoso. Vamos parar com a teimosia e ver o que pode ser feito pra fazer sua esposa-namorada-ficante-desconhecida-que-conheci-na-balada-e-levei-pro-apartamento (apesar de que não é recomendado ficar chupando qualquer uma ou um por aí) ir a loucura e ter orgasmos mais do que múltiplos.

Não quero me repetir dizendo o que já disse, mas vou dizer de novo: a grande questão do sexo é explorar. Não fique tímido. Timidez não existe na cama-banheiro-mesa-da-cozinha-elevador-etc. E no sexo oral feminino isso deve ser elevado à máxima potência. Não ache que por se tratar de um pequeno espaço se comparado com as demais partes do corpo, a vagina deva ser tratada levianamente. De forma alguma. É o espaço do corpo com maior sensibilidade que se possa imaginar. Qualquer passo em falso e tudo está perdido, mas se os toques forem bem dados, pronto, é o paraíso na terra para os dois (porque, como todo bom jogo de troca, se o que você oferecer for bom, o que vier em contrapartida vai ser melhor do que a expectativa). Você está lá de frente com a vagina. Os lábios estão pulsando, quente, molhados (caso não esteja, você fez alguma coisa errada nas “preliminares”), apenas esperando o contato com a sua boca. É momento chave, caro amigo. Tem que ter calma e sangue quente (porque frio só o de barata) nessa hora. É o grande momento! Não pode fazer feio. Alguns passos são fundamentais para se sair bem.

Não quero cuspir regras em cima de vocês, mas tem algumas coisas que podem ajudar demais:

Não vá enchendo a boca desesperadamente – calma amigo, ela não vai fugir! Pra quê tanto desespero? Tem homem que enche a boca e chupa com tanta força que a mulher sente o cabelo sendo puxado pela raiz pra dentro da cabeça. Não é assim. Não disse que não é pra não encher a boca, isso pode, mas com jeitinho. O que tem que cobrir toda a vagina dela são os lábios. Faça deles outra língua. Beije, acaricie com a boca, sempre revezando entre a leveza e um pouco mais de intensidade. Tudo sem pressa, mas não seja lento demais, porque quando você der por si, a mulher pode estar dormindo.

Enfiar a língua não é o mais importante – os homens são muito metidos mesmo: acham que estão fazendo o máximo tentando enfiar a língua com tudo como se isso fosse a coisa mais incrível do mundo e desse o maior prazer do universo pra companheira. Não, não dá. Você já tem um pênis pra isso. A língua tem a função de chavucar todas as partes, mas sem velocidade. Nesse momento o que vai contar mesmo é o tato de saber onde ela tem mais sensibilidade. Como saber isso, você me pergunta. É passando a mão pelo corpo, enquanto passa a língua pela vagina e vendo como ela reage, e ainda como reage a carne que você está lambendo. Quando rolar aquelas tremidinhas, é sinal de que você está indo bem. E se ela der aquelas gemidas sussurradas ou puxar apertando o seu cabelo, significa que você vai ser elogiado quando ela for falar sobre a noite que passou, numa roda com as amigas (porque mulheres conversam muito mais sobre sexo do que a gente).

Como lidar com as peludas – o padrão agora é a lisinha, que é muito mais fácil de lamber-chupar-beijar, mas existem muitas mulheres que preferem manter uma camada de pelos pra servir como caminho da felicidade. Claro que existem graus de pelugem. As Ralinhas: que são aquelas que têm apenas uma fina camada, que no geral se agrupam no meio, no monte de Vênus (que os homens chamam de capô); com elas é a mesma coisa de com as lisinhas. Não tenha frescura de lamber os pelos, dar levíssimos puxões (mas tem que ser muito leves) neles, e de deixá-los bem molhados de saliva (não é nojento; quando você chegar na parte da penetração você vai saber porquê). Tem a Espetinho: as clássicas mulheres que depilaram alguns dias antes e que estão com os pelos espetando; com elas a tática de ficar lambendo a área circunvizinha a entrada da vagina não é muito boa para a sua língua, então foque no clitóris e na área intermediária entre os grandes e pequenos lábios. Nem muito, nem pouco: são as que não têm uma floresta no meio das pernas, mas o que têm não pode ser chamado de pouco; elas deixam por opção, gostam assim; então a grande brincadeira é usar outros elementos pra adocicar a coisa (e os pelos), aí é colocar a imaginação pra funcionar; nessa você tem que usar os dedos com mais jeitinho (sempre os dedos serão o polegar e o indicador) pra abrir com muita cautela (pra não parecer que você está afastando os pelos pra poder lamber com mais facilidade; caso ela percebesse isso seria horrível pra você, amigo) e usar a língua com um pouco mais de força. Enfim chegamos na parte mais difícil, a Mata Atlântica: essa aqui só tem um jeito: converse pra que, pelo bem da relação, ela diminua tudo e fique “Nem muito, nem pouco”, porque, agora pra vocês mulheres, encarar (isso, encarar) uma floresta com a língua não é muito confortável e prazerosos (excetos para os que curtem as ursas).

Clitóris – É o lugar onde tudo acontece, não esqueça disso. Depois de encontrado, não chupe com força, e nunca morda (exceto se ela pedir), não precisa encostar o dente, basta ficar balançando com a língua. Quase todas as mulheres aprovam. Vai por mim.

Ânus – Deixa de frescura, meu amigo. Colocar a língua no mais desejado orifício do mundo também faz parte da ritualística do sexo oral. Muitas mulheres têm uma sensibilidade extremada na área anal e isso não pode ser deixado de lado. Como os dois, vagina e ânus, estão bem próximos, não custa dar uma passadinha lá. Óbvio que com o consenso dela (tem mulher que acha nojento e todas essas frescuras que impedem o sexo de ser uma coisa maravilhosa!). De qualquer forma não esqueça, o ânus pode (e, pra mim, é) um lugar de grande prazer se for bem explorado (a palavra-chave do sexo) com a língua. E pode lambuzar sem medo.

Me prolonguei demais. Entretanto nem toquei na metade do assunto, não fui mais a fundo (caso fosse, todo mundo me abandonaria no meio do caminho). O que mais conta no sexo oral é a cumplicidade (e não precisa conhecer há anos a pessoa pra conseguir isso, basta que os dois unam bem os seus elementos pra química acontecer). Tem que ter também um sexto sentido masculino (isso existe, caso vocês não saibam) pra perceber se está agradando. Mas nada disso anula uma boa conversa (no caso das relações em que as pessoas transam com mais frequência), onde cada um expõe suas vontades de maneira informal (não é discutir metodologias sexuais mais adequadas; não vamos ser chatos), na cama mesmo, que é o melhor lugar pra conversar essas coisas.

Assim, caro namorado da minha desesperada leitora, você pode oferecer um prazer inexplicável para sua companheira sexual, e receber em dobro aquilo que você deu. Não tem segredo, basta ser autêntico e transar com convicção, e no esforço de dar e receber, numa troca justa. Use bem a sua boca, e tudo o que tem nela. Depois disso, felicidade é coisa pouca.

About these ads

Sobre Ricardo Silva

Sem talento para auto definições.
Esta entrada foi publicada em Coisilidades com as etiquetas , , . ligação permanente.

34 respostas a Cala a boca e me chupa!

  1. Adoro sexo mais sou virgem!Então se algum gostozo quiser me chupar estou ai

  2. thaty diz:

    ótimo texto,ah se todos pensassem assim………

  3. Thais diz:

    nossa deu pregisa de ler tudo isso mais aprendi o bastante!!!

  4. Rhayssinha diz:

    Ameiiiii… Ricardo se tu fazer assim… Kkkk tava precisando de umas dikas, vou kasar e sou virgem.. ;) PARABENS

  5. ana lúcia diz:

    vcs nao sabem o quanto é bom fazer…sexooooo(ha ha ha )bjs praa vcs

  6. Mario diz:

    Obrigado pela susgestão….

  7. Gigi Heuer diz:

    Para ficar melhor explicado, só com figurinhas.

    Aprendam garotos. Desse jeito a gente goza antes da penetração.

  8. diana diz:

    muinto bom adorei

  9. Murillo diz:

    Ricardo, vs deve se bm nisso. Chupa minha vagina :3

    Haha, o mais engraçado é ver todo mundo comentando que ‘apesar de não precisar disso, é um ótimo texto’. Deixem de frescuras, conhecimento nunca é demais. Todo mundo precisa disso.

  10. Michel Oliveira diz:

    Ricardo, meu caro
    No ânus não por favor não
    Rsrsrs

  11. isabel prado diz:

    Corrigindo…..”ele” ver futebol…

  12. isabel prado diz:

    Em suma….se uma mulher não ficar na ponta dos pés..(mesmo na cama deitada)ao ser acariciada,massageada,lambida…..(chupar não hein!)…por um homem.Lamento,mas…manda ela ver futebol e tomar cerveja..pq o negócio dele não é este..kkkk

  13. Betina. diz:

    Muito inteligente.

  14. thaiscons diz:

    se todos os homens pensassem como você a gente tava feita!!!

    parabens. até fiquei com vontade aqui…

  15. Mateus diz:

    Um bom texto, bem explicativo, faltou as figurinhas kkkkkkkkk
    Brincadeiras a parte, foi bem escrito e creio que tenha ajudado sua leitora (ou o namorado dela né).
    Agora, rachei com o email, acho que mais ainda com os comentários que você fez. kkkkk muito bom…
    Grande abraço
    Dica: não sei se você o faz, mas coloque seu link no comentário. Fica mais fácil de retribuir XD

  16. Guilherme diz:

    “…nunca morda (exceto se ela pedir)…”
    Cara, se você souber controlar sua força ( não me vá arrancar o negocio) uma mordidinha e uma pequena puxada fazem um grande efeito.
    Bom pelo menos funcionou quando usei.

  17. Beleza ótimo texto. Agora como faz o homem pra se proteger no sexo oral ? Imagine se vai transar com uma garota que ele mal mal conheceu uma festa… Nunca se sabe se ela tem alguma doença né ???

  18. Kadhimos diz:

    Perfeito! Não preciso desse toque mas é um bom texto! Tem muita gente fresca, e homem machão que acha que só a mina tem que fazer oral! A parte do com calma é verdade, as vezes ali na ora do oral nela até assoprar de leve deixa ela louca! Parabéns pelo texto!

  19. Wollia Vitorino diz:

    Nooossssaaaaa! Um texto quente e bastante didático. Confesso que ri do problema e do desespero dessa coitada. Ri ainda mais da parte do “você deve ser bom nisso” quanta ousadia. Mas pareceu tudo certinho. E uma dica de menina, caras não são cobras, não precisa ficar com a linguinha nervosa! (risos)
    Sempre que posso dô uma passada por aqui, é sempre bom lembrar de ti. Beijos.

  20. Oh year, garanhão! :P

    by 22

  21. Edmar Oliveira diz:

    Ê, Ricardão. Pegador e professor de sexo. Putz!

  22. Bella diz:

    Ameiii sinceramente concordo com tudo também ri do e-mail, mas pelo menos sua resposta foi bastante boa… Muiiiito legal! Fico imaginando você nos seus momentos, se preocupa muito com o prazer dela e não com o seu, isso conta muito.

  23. carol diz:

    tenho que imprimir isso e mostrar para alguns homens kkkkkk

  24. Marcella Viana diz:

    Ricardo, Ricardo.

  25. Izabel diz:

    Muito obrigado pelas dicas. As minas vão pirrar comigo.

  26. Reblogged this on coito interrompidoe comentado:
    Excelente serviço de SAC rss

  27. Magaiver ! diz:

    `otimo gostei ,muiito bom porque sempre que atingir as melhores expectativas ,então com base nessas dicas posso melhorar ainda mais ,obrigado .

    • Rafael diz:

      Pow, ta vendo gente, sem frescura até o magaiver precisa de ajuda com isso. Não basta transformar chiclete em camisinha.

  28. Genny diz:

    O seu texto de segunda, caro escritor, não tem nada de segunda, é um texto de primeira, deixe de modéstia e vire logo um sexólogo de programas televisivos. (Risos)

    Foi uma leitura muito divertida e interessante, tenha uma ótima tarde.
    Abraço.

Faça seu comentário. Exponha sua opinião!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s